DESTAQUES

Sinto um ciúme doentio de minhas amizades. Por favor me ajude!

Eduardo Ferreira Santos 01/01/2016 PSICOLOGIA
Não somos únicos e nem exclusivos

por Eduardo Ferreira Santos

"Sempre sofri de ciúme, seja pela pessoa que me relaciono ou por amigos, mas observo que ultimamente o ciúme por algumas amizades está me destruindo por dentro. Não é normal sentir ciúme da atenção de uma amiga. Acho que não sou correspondida na amizade, que não sou amada o quanto deveria, fico muito triste, arrasada por dentro e isso não é normal, está destruindo os meus dias. Acredito que isto se deva ao meu passado, não tive uma infância perfeita. Por favor me ajude, o que devo fazer?"

Resposta: Você mesma afirma que não teve uma infância perfeita, o que me leva a crer que isso tenha influenciado bastante na estruturação de seu EU, seu EGO, deixando fortes lacunas em que deve ter prevalecido o sentimento de abandono e isolamento.

Ora, esse fato gera comumente uma enorme “CARÊNCIA”, uma necessidade absoluta de ser o “centro da atenção”, algo comum em crianças principalmente na primeira infância.

Sendo assim, você cresceu com esse “vazio” em seu psiquismo, inconscientemente, procurando na vida adulta preenchê-lo com a atenção exclusiva de outras pessoas o que, naturalmente, não costuma acontecer.

O processo “normal” de crescimento deve nos ensinar que não somos nem únicos, nem exclusivos, pois somos apenas mais uma pessoa vivendo em relação a outras.

O ciúme surge, então, como uma manifestação dessa carência, pois, efetivamente, a vida nos leva a compartilhar relações, sermos apenas uma parte de um todo e não o “centro exclusivo da atenção”!

Minha sugestão seria que você procurasse uma boa psicoterapia (em qualquer linha de ação) para uma reestruturação de seu esquema de vida para que possa aprender que o importante não é ser o ÚNICO, o EXCLUSIVO, mas sim fazer parte e compartilhar.

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. O psiquiatra e psicólogo Eduardo Ferreira Santos responderá dúvidas e perguntas sobre os relacionamentos de uma maneira geral, sobre autoestima e conflitos emocionais. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Eduardo Ferreira Santos

Psiquiatra e psicoterapeuta. Obteve Titulo de Mestre em Psicologia Clínica pela PUC-SP e o de Doutor em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina na USP. Escreveu os seguintes livros sobre relacionamento amoroso: Casamento missão (quase) impossível; Ciúme: O medo da perda; Ciúme: O lado amargo do amor Mais informações: www.ferreira-santos.med.br



ENQUETE

Você revidaria uma traição?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.