DESTAQUES

Sou formada em RH, como faço para adquirir experiência?

Roberto Santos 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Vocação é um "chamado"

por Roberto Santos

"Sou formada em RH, mas não tenho experiência na área. Será que é por isso que não consigo atuar? O que devo fazer para conseguir uma oportunidade?"

Resposta: Primeiramente, parabéns pela escolha de sua formação e área que escolheu para atuar profissionalmente.

Minha atuação em mais de 35 anos nela só tem me trazido realizações, apesar dos percalços normais de qualquer carreira, profissão e negócio. Um deles, conforme você tem experimentado, é começar nessa ou como em qualquer área de especialização.

Dar o primeiro passo, conseguir a primeira oportunidade é difícil. Afinal, temos o básico e o teórico mas ainda não agregamos com uma especialização ou experiência. Mas não devemos desanimar se a escolha pela área foi baseada em sua vocação -- se RH a "chamou" (que é a origem da palavra vocação) como uma profissão que lhe realizará pessoal e profissionalmente, você deve persistir e usualmente há quatro caminhos.

Ainda que o foco aqui seja em RH, esses caminhos servem para outras profissões.

Quatro caminhos para adquirir experiência:

1º) O primeiro que você já deve ter deixado passar, seria ingressar em algum programa de estágio em RH enquanto ainda estava na faculdade. Nessa condição, é muito raro que as empresas peçam experiência anterior. Algumas empresas, além de testes, entrevistas e dinâmicas, pede um histórico escolar para escolher os melhores alunos, na expectativa que também sejam os melhores profissionais (o que nunca é uma garantia).

2º) A segunda alternativa, seria concorrer a programas de trainees que normalmente aceitam recém-formados ou aqueles com até dois anos de formado. Aqui já se espera alguma experiência e, dependendo da empresa, alguma habilidade complementar, como inglês ou em algum software específico.

3ª) A terceira via de acesso a Recursos Humanos é ingressar nessa área de uma empresa, mesmo que para realizar um trabalho genérico, como Auxiliar Administrativo em que você oferece experiência anterior ou, pelo menos, um perfil de pessoa responsável, equilibrada, bom atendimento de clientes, etc. Dentro da área de RH, aos poucos, depois de se provar como uma pessoa que contribui e colabora com os colegas, você poderá ter oportunidades de exercer atividades relacionadas a seu campo.

4ª) A quarta alternativa, relacionada a esta última, é trabalhar em qualquer atividade em que você já tenha alguma experiência, como área financeira, por exemplo, mas dentro de uma empresa cujo negócio é RH -- uma consultoria por exemplo. O fato de estar "respirando" a área e a possibilidade de aprender com os colegas é uma porta que não deve ser desprezada.

Formação adequada para se manter no mercado

Finalmente, concluir uma formação é importante, mas a atualização contínua sobre teorias, modelos, práticas e casos de sucesso em seu campo de especialização é o diferencial dos profissionais de sucesso daqueles medianos que acreditam que o diploma do curso superior já lhe deveria abrir todas as portas. Desejo-lhe persistência e sucesso!

Boa sorte!




Roberto Santos

Profissional de Recursos Humanos, com mais de 40 anos de atuação no mercado, Roberto teve diversas posições como profissional e executivo de RH em multinacionais de grande porte. É sócio-diretor da Ateliê RH, consultoria com mais de 14 anos de atuação no mercado, e distribuidor Hogan no Brasil. Mais informações: www.atelie-rh.com.br



ENQUETE

É possível ser otimista no Brasil?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.