DESTAQUES

Um jeito simples de reduzir a tensão física e emocional

Regina Wielenska 01/01/2016 PSICOLOGIA
Muitos pensamentos povoam sua mente? Olhe para eles com gentileza

por Regina Wielenska

Hoje quero dividir com vocês uma estratégia de relaxamento respiratório muito útil para nos ajudar a enfrentar situações difíceis, reduzir a ansiedade e nos serenar um pouquinho.

Nada do que ensinar é capaz de dispensar ou substituir cuidados médicos e psicológicos. Se você não estiver se sentindo bem, recomendo que procure ser avaliado por um profissional qualificado.

Relaxamento respiratório para enfrentar situações difíceis

Para treinar, ao menos no início, convém que você se sente confortavelmente num local mais quieto e com privacidade. Acomode-se de modo que consiga ficar imóvel nos próximos três minutos. Para não ficar aflito com a passagem do tempo, programe seu celular ou despertador para sinalizar o fim desse tempo curto.

Cerre os olhos, ou permaneça com as pálpebras semicerradas mirando pra baixo. A partir desse instante procure focar em sua respiração, mais especificamente no ar que sai de seu peito, soprado entre os lábios. Se inspirar em três segundos, expire ao menos no dobro desse tempo. Cada pessoa tem uma capacidade respiratória, tente descobrir um ritmo confortável, no qual a expiração leve o dobro ou o triplo do tempo da inspiração.

Para auxiliar na aprendizagem, e facilitar a expiração lenta, solte o ar fazendo baixinho um som assim, ssssssssss... Abandone os julgamentos e críticas. Seja gentil, compassivo com si próprio. Enquanto expira busque soltar os ombros, relaxar a região da mandíbula, abaixe o esterno, aquele osso do peito, que ao ficar em tensão, nos dá o aspecto de pombos de tórax estufado competindo por uma fêmea ou por alimento.

Afaste os lábios ligeiramente, vá soltando o ar... Mil pensamentos tentarão povoar sua mente nessa hora. Olhe para eles com paciência e gentileza, mas não os leve com demasiada seriedade, ou o exercício não irá lhe ajudar. Deixe os pensamentos voarem como folhas soltas ao vento, indo na direção de uma correnteza.

Ao toque do relógio, expire devagar mais uma vez, e a seguir se estique, alongando como um felino ao sol. Abre os olhos e saúde a vida. Com o avanço dos dias, experimente ampliar esse prazo curto em mais uns dois ou três minutos. Devagar e sempre, curtindo a experiência...

Bom exercício a todos.




Regina Wielenska

É psicoterapeuta na abordagem analítico-comportamental na cidade de São Paulo. Graduada em Psicologia pela PUC-SP em 1981, é Mestre e Doutora em Psicologia Experimental pela IP-USP. Atua como terapeuta e supervisora clínica, é também professora-convidada em cursos de Especialização e Aprimoramento. Publicou dezenas de artigos científicos, e de divulgação científica, além de ser coautora de livros infanto-juvenis.



ENQUETE

Atração física não basta, tem que haver atração mental. Você concorda?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.