DESTAQUES

Meu filho, sem motivo, deu um gelo no meu companheiro. O que faço?

Blenda de Oliveira 01/01/2016 PSICOLOGIA
Nessa situação é importante manter um clima de respeito

por Blenda de Oliveira

"Meu filho de 24 anos agora passa pelo meu companheiro, com o qual moramos juntos há dois anos, e não o cumprimenta mais, sem motivo nenhum, sem brigas, sem nada. Já perguntei se há algum problema, inclusive, mal fala comigo. Que atitude devo tomar?"

Resposta: Com certeza algo deve ter acontecido, mas parece que seu filho não quer falar sobre isso.

Veja, nem sempre o que ocorre é um desentendimento aparente ou uma grande briga. Há pensamentos, desconfianças, coisas que podem ter sido faladas ou feitas, e que seu filho, por algum motivo, interpretou de um modo bastante negativo.

Forçar que ele fale não vai funcionar, mas tente situações positivas que possam aproximá-los (você e ele). Converse sobre outras coisas, saia com ele apenas você e, aos poucos, inicie o assunto. Diga para ele que seja lá o que ele tenha contra o seu companheiro, que tudo pode se esclarecer se puderem falar a respeito, pois você está confusa sem saber o que de fato o aborreceu tanto e, assim, não consegue ajudá-lo.

Se ele não quiser falar, reforce que irá respeitar, mas que quer que ele saiba que você está disponível a hora que ele quiser para conversar.

Quanto ao seu companheiro, talvez o melhor caminho seja esperar que as coisas possam, quem sabe, ir mudando. O importante é manter um clima de respeito, mesmo que todos tenham que conviver com uma espécie de "segredo" que tem criado distância e desconforto familiar.

É importante que você busque sempre a aproximação com seu filho para não perdê-lo na distância emocional.

Boa sorte!

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga e psicanalista Blenda de Oliveira responderá dúvidas e perguntas sobre conflitos familiares e entre pais e filhos. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Blenda de Oliveira

Doutora em psicologia clínica pela PUC-SP. Psicanalista pela Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP). Psicoterapeuta de adultos, adolescentes, crianças, famílias e casais. Atuante como Life Coaching em diversas áreas, utilizando essa metodologia para colaborar nos processos de sucessão familiar nas empresas.



ENQUETE

Você revidaria uma traição?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.