DESTAQUES

80% das crianças entre 8 e 10 anos já têm dor nas costas; indicam estudos

Juliana Prestes Mancuso 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR

por Juliana Prestes Mancuso

O desenvolvimento infantil é um processo que se inicia desde a vida intrauterina e envolve vários aspectos, como a maturação neurológica, o crescimento físico e a construção de habilidades relacionadas ao comportamento e aos campos cognitivo, afetivo e social da criança.

O fisioterapeuta tem papel fundamental no diagnóstico e tratamento de distúrbios do desenvolvimento, avaliando e identificando alterações que vão de problemas neurológicos graves, até simples déficits de aprendizagem.

A intervenção desse profissional na escola visa estabelecer e/ou restabelecer a funcionalidade, trabalhando no sentido de ensinar à criança posturas e movimentos que proporcionem uma melhor aprendizagem, que pode ser prejudicada se a postura na sala de aula não estiver correta.

Outro aspecto é o trabalho no processo de ensino-aprendizagem em crianças com atraso do desenvolvimento neuropsicomotor, como por exemplo crianças excepcionais, com síndrome de down, autistas; ou então em crianças com distúrbios de visão, audição ou algum déficit de aprendizagem.

A fisioterapia previne esses déficits e aprimora outras habilidades, como por exemplo para as artes, que podem colaborar no processo de aprendizagem. Muitas vezes a criança apresenta dificuldade de compreensão e geralmente quem descobre isso é o fisioterapeuta escolar. São crianças normais que acabam indo mal na escola por apenas não compreender em tempo hábil o que lhe é imposto em sala de aula. Por isso, a alfabetização vai muito além do relacionamento professor-aluno.

Enfim, o fisioterapeuta identifica defasagens e propõe estímulos significativos como por exemplo: testes de sensibilidade, memorização, entre outros. Ele participa de sessões multidisciplinares e orienta os professores sobre necessidades que se adequem aos objetivos trabalhados em sala de aula

Má postura em sala de aula

É comum notarmos nas escolas, crianças que apresentam alterações posturais, que podem ser responsáveis pela diminuição do interesse do estudante pelas atividades propostas em sala de aula. Estudos demonstram que a maioria das crianças senta na maior parte do tempo com o tronco flexionado. A maioria apresenta queixas na região do pescoço e da cabeça colocando a mão sobre o queixo, durante as atividades na carteira escolar, na tentativa de aliviar o peso da cabeça.

Mochilas pesadas

As mochilas dos estudantes são pesadas e têm peso superior ao recomendado para o corpo. Segundo *estudos, 80% das crianças entre 8 e 10 anos já têm dor nas costas. O transporte de carga excessiva na mochila escolar pode estar relacionado a severas consequências na saúde dos estudantes, incluindo alterações na marcha, má postura, lordose lombar.

Concluindo... a aquisição de hábitos saudáveis pode surgir da intervenção fisioterapêutica na escola.

FISIOTERAPIA NA ESCOLA: AVALIAÇÃO POSTURAL
Physiotherapy at school : Postural Evaluation
Cristina Mari Zanella Back *, Inês Alessandra Xavier Lima, M.Sc.**
UNICSUL

Fisioterapia na Educação e Saúde Escolar

A criança com variação intelectual: o fisioterapeuta na equipe multidisciplinar com enfoque escolar
Daniela Filócomo Bernardi
Biológicas e Saúde - Universidade São Francisco

O papel do Fisioterapeuta na Equipa de Saúde Escolar
Américo Sousa - Porto/ Portugal

Outros: A maioria são estudos realizados por fisioterapeutas solicitados pela prefeitura de São Paulo, portanto não são artigos indexados e sim prontuários.




Juliana Prestes Mancuso

É formada pela Universidade Anhembi Morumbi, especializada em Fisioterapia Ortopédica e Traumatológica pelo Instituto Cohen de Ortopedia e Medicina Esportiva, Fisiologia do Exercício pela Universidade Veiga de Almeida, Fisioterapia do Sistema Musculoesquelética pela Universidade São Marcos e em acupuntura e medicina chinesa pelo Centro Científico Cultural Brasileiro de Fisioterapia. É responsável pelo site e grupo de discussão Fisioterapeutas Plugadas.



ENQUETE

Você revidaria uma traição?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.