DESTAQUES

Medo constante pode se tornar estilo de vida

Roberto Shinyashiki 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Medo e confiança são forças que atuam em nossa vida

por Roberto Shinyashiki

Muitas das grandes descobertas da humanidade surgiram na contramão dos pensamentos que eram comuns na sua época. Os pioneiros dessas ideias tiveram que quebrar paradigmas, enfrentar críticas conservadoras e passar por cima do preconceito de muitas pessoas.

A maioria dessas pessoas que resistia à inovação só queria que essas novas descobertas não fossem verdadeiras. Isso por uma simples razão, essas pessoas temiam as mudanças - acomodadas ao velho modo de pensar, não estavam dispostas a empreender esforços para mudar.

No entanto, se Da Vinci tivesse se conformado com os conhecimentos de sua época, se Galileu não tivesse a curiosidade de conhecer os astros, se tantos outros homens brilhantes não tivessem a ousadia e a coragem de defender suas ideias, provavelmente ainda estaríamos na idade medieval.

Porém, essa resistência ao novo ainda acontece, todos os dias. Diariamente deixamos de lado pequenas coisas, porém coisas importantes, que poderiam dar luz a certas situações, resolver muitos problemas, ou criar novas maneiras de se fazer algo. Deixamos de lado e não levamos nossas ideias adiante, apenas para manter a nossa posição cômoda, para manter o nosso "bem-estar", ou mesmo para não contrariar alguém.

O que precisamos realmente perceber é que, agindo dessa maneira, vamos contra aquilo que acreditamos e deixamos de ser autênticos. Tudo devido ao medo... Medo de mudar e das consequências que toda mudança traz.

Precisamos ter mais confiança em nós mesmos e investir com vontade naquilo que acreditamos. Não podemos deixar que o medo se torne o nosso estilo de vida.

Lógico que não devemos ser iguais a um passarinho que, ao tentar sair de uma sala, bate a cabeça em uma vidraça até morrer, sem nem ao menos perceber que alguns metros ao lado daquela janela há uma porta aberta.

É necessário ter a coragem de arriscar novos caminhos, ter bom senso para analisar novas possibilidades e confiança em si mesmo, para seguir em frente e superar os desafios.

Assim, estaremos prontos para descobrir novos caminhos e descobrir novos mundos e, acima de tudo, aprenderemos a lidar melhor com os nossos medos.

Medo e confiança são duas forças que atuam em nossa vida, mas que nos levam para caminhos opostos. Mas é você quem tem que decidir em qual dos dois vai colocar a sua energia.

Pense sobre isso!




Roberto Shinyashiki

É médico psiquiatra, com especialização em Administração de Empresas (MBA USP), é consultor organizacional, palestrante e autor de 12 títulos, entre eles o lançamento “Tudo ou Nada”, “Heróis de Verdade”, “Amar pode dar certo”, “O sucesso é ser feliz” e “A carícia essencial”. Mais informações: www.shinyashiki.com.br



ENQUETE

Você revidaria uma traição?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.