DESTAQUES

Existem dois tipos de motivação: a intrínseca e a extrínseca

Renato Miranda 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Motivação é uma energia psíquica

por Renato Miranda

A motivação é uma energia psíquica que nos direciona a um determinado objetivo e, portanto, influencia nosso comportamento em relação àquilo que pretendemos ou temos como desafio.

É por isso que a motivação dinamiza o comportamento perante nossos objetivos.

No entanto, não há uma causa única determinante de um comportamento motivado. Em outras palavras, não podemos dizer que há um tipo de atividade que seja motivante, pois se para alguém uma atividade é considerada motivante, para outra pessoa pode não ser.

Por isso tanto os fatores pessoais (intrínsecos ou inconscientes), tanto como os ambientais (extrínsecos ou conscientes) estão relacionados à motivação de cada pessoa.

Sendo assim a prática de exercício físico pode ser algo naturalmente motivante para alguém e para outra pessoa é necessário que algo desperte a necessidade e, por conseguinte, interesse. Despertar necessidade é basicamente promover valores para que uma pessoa veja importância (significativamente pessoal) em determinada atividade.

De uma maneira geral pode-se dividir a motivação como sendo intrínseca - relacionada aos fatores pessoais - e extrínseca - relacionada aos fatores ambientais.

Os fatores pessoais são todos aqueles em que alguém é impulsionado a um objetivo sem saber exatamente por quê. Neste caso a pessoa avalia algo como motivante simplesmente por que é importante para ela, é um valor pessoal que não há palavras que discriminem precisamente tal energia. Experimente perguntar para um jovem, por exemplo, por que ele gosta de surfar ou jogar futebol? Possivelmente ele irá responder: "por que sim!"

Os fatores ambientais são todos aqueles que auxiliam alguém a ser impulsionado a uma meta através de algo claro, objetivo, como por exemplo, elogio, recompensa, vivenciar experiências em um ambiente agradável para a pessoa, etc. Neste caso, o fator ambiental auxilia a sustentar a motivação inicial em realizar uma tarefa. Pergunte para um atleta se o mesmo se sentiria com mais energia para treinar se ao fim do treinamento ele recebesse uma recompensa considerada por ele como importante.

Com essas breves palavras poderíamos dizer que uma pessoa tem motivação intrínseca para fazer exercícios físicos quando é um desejo interior e não depende EXCLUSIVAMENTE de fatores externos. É, sobretudo, uma força psíquica que a leva a empenhar-se através da vontade própria.

Motivar-se extrinsecamente, no mesmo caso, é realizar exercícios físicos visando alguma recompensa clara ou por questões de relacionamentos pessoais, interesse em vivenciar experiências em determinados ambientes, manter um corpo esteticamente considerado bonito, etc.

Fato é que a motivação é sustentada através da interação dos fatores extrínsecos e intrínsecos. Como resultado pode-se concluir que se uma pessoa é motivada intrinsecamente a praticar exercícios físicos, mas ao mesmo tempo obtém estímulos extrínsecos (elogios, ambiente agradável ou qualquer outro tipo de recompensa), isso potencializará ainda mais sua energia interna que lhe impulsionará em direção aos seus objetivos pessoais, ou seja, potencializará sua motivação!

É fácil saber dos benefícios do exercício físico, a questão é facilitar a motivação das pessoas para que as mesmas tenham disposição em começar ou manter-se em algum programa. Talvez um bom primeiro passo é simplesmente começar, para quem sabe despertar algo inconsciente, e ao mesmo tempo, de preferência, com um bom elogio!




Renato Miranda

Professor da Faculdade de Educação Física da UFJF; Mestre e doutor em Psicologia do Esporte (UGF); Especialista em didática e psicologia do esporte na Alemanha (Escola Superior de Esporte Alemã - Colônia) e Rússia (Instituto de Cultura Física de Moscou); Consultor de atletas em psicofisiologia (concentração, estresse. motivação e flow-feeling).



ENQUETE

Você se sente seguro (a) andando pelas ruas do Brasil?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.