DESTAQUES

Vya Estelar entrevista a iogue indiana Dadi Gulzar

Redação Vya Estelar 01/01/2016 ENTREVISTAS

Por Angelo Medina


Dadi Gulzar: 'Cada ser humano possui pelo menos uma especialidade que o difere de todos os demais'

Foi mais de um mês de conversas para Vya Estelar conseguir esta entrevista exclusiva com a iogue indiana Dadi Gulzar. Ela tem 78 anos e pratica Raja Yoga desde os dez anos de idade.

Através do silêncio, da meditação e de sua conexão com Deus ela conseguiu nunca sentir inveja ou raiva em toda a sua vida. Nesta entrevista ela nos ensina como lidar com a inveja e a raiva.

Ela é uma das diretoras da Organização *Brahma Kumaris e coordena as escolas da entidade na Índia.
* Organização internacional sem fins lucrativos que trabalha por uma mudança positiva em todos os setores da sociedade.

Vya Estelar - A que a senhora atribui o fato de nunca ter sentido raiva ou inveja na vida?

Dadi Gulzar – As experiências espirituais que tive logo que entrei na Universidade Espiritual Mundial Brahma Kumaris me revelaram que a verdadeira natureza da alma é a paz. Onde há paz não pode haver raiva ou inveja. Quando aceito as pessoas e as cenas da vida, nada e ninguém consegue roubar a minha paz.

Vya Estelar – O que faz no fundo uma pessoa sentir inveja da outra?

Dadi Gulzar – A origem da inveja é a falta de auto-respeito. Imagine um jardim com vários tipos de flores. Cada uma possui cor e fragância diferentes, mas todas são belas. Da mesma forma, cada ser humano possui pelo menos uma especialidade que o difere de todos os demais. Algo muito, muito singular. Quando não consigo enxergar o meu próprio valor, passo a desejar o valor do outro. Este sentimento não é benéfico nem para mim, nem para o outro.

Vya Estelar – O que a pessoa deve fazer para se livrar da inveja?

Dadi Gulzar – Primeiro, ela deve procurar reconhecer suas principais qualidades. Segundo, ela deve praticá-las. Quando me torno a personificação dessas qualidades, me sinto satisfeito comigo, me sinto completo. Eu fico feliz ao ver o sucesso dos outros. Esses bons votos em relação aos outros voltam para mim. E assim eu me livro da inveja. A meditação Raja Yoga ajuda muito nesse processo. Ela permite criar uma conexão com a Fonte de Luz e Poder. E a alma se preenche de bons sentimentos.

Considere a raiva como sendo sua inimiga. Não a convide para sentar e tomar chá com você. Previna-se porque ela é muito esperta.

Vya Estelar – Como a pessoa deve fazer para lidar com a raiva na hora que ela surgir ou mesmo evitar sentir raiva de um modo freqüente?

Dadi Gulzar – A raiva não faz parte de mim. Quando tive essa percepção pela primeira vez - e eu era muito jovem naquela época - ficou fácil identificá-la e conquistá-la. Somos originalmente seres de paz, pureza, amor, verdade e felicidade. Quando digo isso para mim mesma, em meditação, essas qualidades vêm à tona e a raiva entra num sono profundo. Quanto mais intensa for a prática da meditação, mais intensamente nos livramos da raiva. Considere a raiva como sendo sua inimiga. Por isso nunca deixe-a entrar em suas palavras, em seus olhos, em seu coração. Não a convide para sentar e tomar chá com você. Previna-se porque ela é muito esperta. Mas se mesmo assim ela vier até você, seja um observador desapegado. Separe-se mentalmente da situação ou da pessoa que está lhe causando raiva e observe tudo com uma certa distância e indiferença. Se você praticar isso várias vezes, você conseguirá evitar a raiva.

Vya Estelar – A senhora diz que se sente "chamada" para ser uma das colaboradoras na tarefa de rejuvenescimento do mundo. Como foi esse chamado e o que seria esse rejuvenescimento?

Dadi Gulzar – Vivemos agora o período da história chamado de Confluência. Confluência entre a negatividade e a positividade. Podemos escolher entre viver na escuridão da ignorância ou na luz do conhecimento. O meu futuro e o futuro do mundo dependerá dessa escolha. Eu escolhi a luz, este foi o meu chamado. Quando tive as primeiras experiências de conexão com Deus em meditação, tive o sentimento de dedicar minha vida ao aprofundamento espiritual. O mundo está precisando de mais doçura, mais respeito, mais amor. Para isso nós precisamos nos tornar mais serenos, felizes e preenchidos. Quando isso acontece, nos tornamos um exemplo diante do mundo, nos tornamos um ajudante de Deus.

 




Redação Vya Estelar



ENQUETE

Atração física não basta, tem que haver atração mental. Você concorda?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.