DESTAQUES

Meu marido desvaloriza tudo o que eu faço. Como lidar com isso?

Blenda de Oliveira 02/05/2018 PSICOLOGIA
Meu marido desvaloriza tudo o que eu faço. Como lidar com isso?
Fonte: Google Imagens
Um dos elementos derivados do amor é o respeito e a admiração

Por Blenda de Oliveira 

Depoimento de uma leitora:

TEXTO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE



"Olá tenho uma situação de marido 'psicopata'. Ele desvaloriza tudo o que eu faço: me chinga, faz me sentir culpada dos erros dele etc. Mas por outro lado, diz que me ama. Será possível isso ser verdade? E se for, há maneira de curá-lo dessa doença?"

Resposta: Você expõe uma situação bastante delicada e, talvez com poucas perspectivas de mudança, se não houver a determinação de sua parte de decidir como quer um relacionamento e o empenho de seu parceiro para se tratar.

O que ocorre fala a favor de um quadro de muita instabilidade emocional por parte de seu marido, de certa forma, alimentado é mantido por sua aceitação.

Falar em psicopatia é algo mais sério e que seria necessário que algum psiquiatra o avaliasse. Independente desse ou qualquer outro diagnóstico, há uma importante instabilidade e impulsividade emocional.

Infelizmente, uma relação conjugal deve se compor de algo além do amor que ele, na calmaria, afirma ter por você.

Um dos elementos derivados do amor é o respeito e a admiração. Podemos pensar, do seu lado, o que a faz amar o modo rude, egoísta, impulsivo e descontrolado com que tantas vezes tem que conviver?

Não será que amar alguém tão diferente do seu próprio modo de ser traduz algo importante sobre sua autoestima? Por que precisa ou acredita que precisa passar por tudo isso?

Claro que há um outro fator que pode fazer com que você se apegue a uma relação na qual é mal tratada é a esperança: "quem sabe um dia ele irá mudar"!

Baixa autoestima junto com uma certa ideia de que poderá ajudá-lo a mudar forma uma mistura que mantém a relação presa a uma esperança nem sempre factível. Para ele mudar é necessário que ele queira e para querer é importante que perceba o mal que tem feito a ele e a você.

Há relações em que um dos parceiros - em defesa do amor - suporta anos de ofensas e humilhações antes de fazer o que deveria ter feito logo: se afastar.

Considere cuidar de você, se fortalecer e levantar sua autoestima.

Pessoas com boa autoestima e com uma razão forte só se interessam por relações em que haja correspondência: amar e ser amado do mesmo modo!

Boa sorte!

Atenção!
Este texto não substitui uma consulta ou acompanhamento de um psicólogo e não se caracteriza como sendo um atendimento.

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga e psicanalista Blenda de Oliveira responderá dúvidas e perguntas sobre conflitos familiares e entre pais e filhos. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



TAGS :

    meu, marido, me, desvaloriza

Blenda de Oliveira

Doutora em psicologia clínica pela PUC-SP. Psicanalista pela Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP). Psicoterapeuta de adultos, adolescentes, crianças, famílias e casais. Atuante como Life Coaching em diversas áreas, utilizando essa metodologia para colaborar nos processos de sucessão familiar nas empresas.



ENQUETE

É possível ser você mesmo no ambiente de trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.