DESTAQUES

Na prática, o que é atividade física?

Juliana Prestes Mancuso 08/05/2018 SAÚDE E BEM-ESTAR
Na prática, o que é atividade física?
Fonte: imagem Pixabay
Por que o sedentarismo se tornou a doença do século?

Por Juliana Mancuso  

Sedentarismo é definido como a falta, ausência ou diminuição de atividades físicas ou esportivas.

TEXTO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE



Considerada como a doença do século, está associada ao comportamento cotidiano decorrente dos confortos da vida moderna. Existem várias causas para o sedentarismo, sendo a principal delas a falta de atividade física e de uma alimentação saudável.

Uma vida sedentária é caracterizada pela ausência de atividades físicas podendo gerar um processo de regressão funcional, perda de flexibilidade articular além de comprometer o funcionamento de vários órgãos posteriormente distinguindo-se um fenômeno associado à hipotrofia de fibras musculares, além de ser a principal causa do aumento da ocorrência de várias doenças, como a hipertensão arterial, diabetes, obesidade, aumento do colesterol e infarto do miocárdio. A vida sedentária pode também ser causa direta ou indiretamente de morte súbita.

Atividade física é qualquer movimento corporal produzido pela musculatura que resulte num gasto de energia acima do nível de repouso. Exemplos: caminhar para se deslocar de um lugar a outro, passear com o cachorro, dançar, entre outros. Uma pessoa é considerada sedentária quando não consegue gastar o mínimo de 2.200 calorias por semana com atividades físicas. O indivíduo ativo deve gastar no mínimo 300 calorias por dia. Acredita-se que 46% da população brasileira seja sedentária. Ainda, estima-se que o sedentarismo esteja relacionado com quase 14% das mortes no Brasil.

Existem diversas indicações para que os indivíduos sedentários possam adotar uma mudança de hábitos de vida de acordo com as possibilidades ou conveniências de cada um:

A prática de atividades físicas, esportivas: caminhar, correr, pedalar, nadar, praticar ginástica, exercícios com pesos e jogar bola são propostas válidas para combate ao sedentarismo e para melhorar sua qualidade de vida.

É recomendada a consulta a um médico e um fisioterapeuta para a orientação das melhores atividades físicas já que não são recomendadas as mesmas atividades para todas as pessoas.

São considerados problemas como hipertensão arterial, dores nas articulações (joelhos, calcanhares) e esforço físico excessivo de modo a não prejudicar a postura e a coluna vertebral. Por isso a fisioterapia é importante no auxílio das atividades físicas, principalmente nesses indivíduos ou no processo de abandono do sedentarismo.

Caminhadas orientadas e progressão para esportes fazem muito bem para a saúde do organismo de forma geral, pois melhora a postura, ajuda a combater maus hábitos e a manter o peso. Essas atividades mantêm a pressão arterial e frequência cardíaca mais baixa, mesmo quem tem uma vida mais intensa, apresenta mais vigor, resiste mais as doenças e, evidentemente, permanece em forma.

Mas atenção: para que se possa começar a se movimentar, é de primordial importância que se faça antes um "check up" das condições cardíacas entre outros testes que comprovarão o seu nível de condicionamento físico. Por isso, a visita a um profissional da saúde (médico e fisioterapeuta, e profissional de Educação Física) é de extrema importância.

E para conseguir melhorar seus hábitos e praticar exercícios físicos, não é preciso passar horas na academia. Comece com algo simples e que não leve o seu corpo ao extremo, como um alongamento seguido de uma caminhada leve de meia hora por dia, que já é o bastante para perceber o resultado.

Uma caminhada de 30 minutos gasta cerca de 165 kcal., melhora a circulação sanguínea, combate a osteoporose, melhora o desempenho pulmonar, diminui as chances de infarto, derrames e diabetes, mantém o peso em equilíbrio e reduz a vontade de comer. Uma alimentação equilibrada e saudável é tão importante quanto a prática de exercícios físicos para a nossa saúde, por isso precisamos conciliar esses dois tópicos para manter o nosso corpo em completo funcionamento.




TAGS :

    será, que, sou, sedentário, como, sair, sedentarismo

Juliana Prestes Mancuso

É formada pela Universidade Anhembi Morumbi, especializada em Fisioterapia Ortopédica e Traumatológica pelo Instituto Cohen de Ortopedia e Medicina Esportiva, Fisiologia do Exercício pela Universidade Veiga de Almeida, Fisioterapia do Sistema Musculoesquelética pela Universidade São Marcos e em acupuntura e medicina chinesa pelo Centro Científico Cultural Brasileiro de Fisioterapia. É responsável pelo site e grupo de discussão Fisioterapeutas Plugadas.



ENQUETE

Você busca a tranquilidade ao acordar?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.