DESTAQUES

UFJF recebe palestra de monja budista e ativista feminista

Redação Vya Estelar 07/06/2018 COMPORTAMENTO
UFJF recebe palestra de monja budista e ativista feminista
Fonte: Google Imagens
A palestra é gratuita e discute o protagonismo da mulher na sociedade

Da Redação

Pesquisadora, monja e ativista feminista, Karma Lekshe Tsomo ministra a palestra “Mulheres, compaixão e justiça social”, nesta quinta-feira, 7, a partir de 18h30, na sala BI-7 do Instituto de Ciências Humanas (ICH) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

O enfoque do encontro será discutir o papel e o empoderamento das mulheres nos meios de estudos religiosos e da sociedade.

No Budismo, a discussão do papel da mulher tem sido recorrente principalmente pela estrutura patriarcal que sustenta o sistema ético e filosófico dos seguidores da religião.

Dessa forma, o protagonismo da mulher frente a novas dinâmicas é cada vez mais necessário.

A palestra na UFJF é gratuita,  sem necessidade de inscrição prévia, e acontece por mediação do Centro de Estudos Budistas Bodisatva (Cebb), tendo tradução simultânea.

A pesquisadora

Karma Lekshe é estudiosa de Ciências da Religião e está realizando, desde maio, ciclos de estudos em várias cidades do Brasil. Após a passagem por Juiz de Fora, ela ainda realiza um encontro no Rio de Janeiro.

Ordenada em 1977, Karma estudou durante 15 anos o budismo tibetano em Dharamsala, cidade do norte da Índia. Atualmente, leciona na Universidade de San Diego, nos Estados Unidos, e conta com mais de nove livros publicados, discutindo, prioritariamente, a temática das mulheres no Budismo, questões da morte e o morrer além da filosofia e ética budista.

Além dos trabalhos acadêmicos, ela integra ações de formação, ativismo social e feminismo por meio da Associação Internacional Sakyadhita de Mulheres Budistas e Fundação Jamyang, projeto idealizado por ela para levar educação às mulheres de países em desenvolvimento.

 

 




TAGS :

    Karma, Lekshe, Tsomo, palestra, protagonismo, mulher

Redação Vya Estelar



ENQUETE

Você toparia ter um relacionamento de “amizade com benefícios”? Tratam-se de amigos que se tornam parceiros sexuais sem deixar isso interferir na amizade; o termo vem da expressão 'friends with benefits'.





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.