DESTAQUES

Fiquei com o irmão do meu namorado e agora estamos a fim um do outro

Eduardo Yabusaki 22/06/2018 COMPORTAMENTO
Fiquei com o irmão do meu namorado e agora estamos a fim um do outro
Fonte: Google Imagens
"Não sei o que fazer..."

Por Eduardo Yabusaki

Quando estamos num relacionamento compromissado, temos que ter muito cuidado e ficar atento para que não cair em armadilhas ou se expor a situações em que a tentação será muito grande a ponto de não resistir.

As situações e oportunidades de trairmos a pessoa com quem estamos sempre existe, existiu e existirá. Portanto, cabe a cada um de nós avaliar e estabelecer limites, se queremos nos expor a tais estímulos e, consequentemente, às tentações que naturalmente surgem em nosso dia a dia, independente se estamos na balada, no trabalho ou em afazeres rotineiros de nosso cotidiano.

Lamentar depois que a situação acontece ou o leite já se derramou, não é justificativa de culpa ou de lamentações. Isso faz parte da vida de todos nós, consequentemente, cabe a cada um de nós estabelecermos condições e limites, para que não nos tornemos suscetíveis a essas situações, pois ao acontecer, certamente, as implicações são complexas e quase sempre irreversíveis.

O que fazer se apesar de todos os cuidados e alertas ainda assim aconteceu de se envolver com o irmão do namorado?

1º) Pense como gostaria de ser tratada, e certamente gostaria de ser a primeira pessoa a saber, portanto, conte logo para ele para não correr o risco de que ele saiba por outra pessoa.

2º) Não queira se justificar, peça desculpas pelo acontecido e desfaça logo o relacionamento para não continuar nutrindo sentimentos nele.

3º) Não exponha o que não seja necessário, como: detalhes, ocasião em que aconteceu etc.

4º) Não atribua ao outro, qualquer responsabilidade pelos seus atos insensatos.

Se pensa que isso tudo tenha sido muito difícil para você, saiba que para ele, que viveu isso tudo sem aprovar ou ter conhecimento, é muito mais difícil de ser encarado e superado. Portanto, é seu papel ser sempre muito cuidadosa e acolhedora à dor e ao sofrimento dele. Em hipótese alguma dê falsas esperanças, seja sempre honesta, clara e transparente.

Por pior que um relacionamento esteja, é sempre preferível viver com a dor da ruptura do que com a angústia e o sofrimento por ter sido traído, ou seja, ter sido trocado por outro, ainda mais pelo próprio irmão.

É compreensível que vocês possam ter sido levados por impulsos de atração ou pela paixão instantânea com a aproximação que tiveram, mas tente poupar àquele que sofre e chora pela perda do seu amor. Deem um tempo antes de assumirem e exporem publicamente o romance entre vocês; poupem e respeitem a elaboração da perda de seu ex.

Lembrem-se que acima de tudo ele é um homem que está sofrendo e é irmão do seu apaixonado; e esperar um pouco em nada vai mudar isso.

Respeito e consideração são sempre importantes, seja começando ou terminando um relacionamento. Portanto, leve isso em conta e logo poderão viver felizes o relacionamento de vocês.




TAGS :

    ficar, irmão, namorado, cunhado, traição

Eduardo Yabusaki

Eduardo Yabusaki - Psicólogo e Sexólogo Especializado em Terapia Comportamental Cognitiva, Terapia de Casal e Terapia Sexual. Coordenador do Curso de Sexologia Clínica ministrado em diferentes cidades há mais de 15 anos. Docente convidado do Curso de Fromação em Sexologia Clínica de BH. Responsável pelo www.vidadecasalbh.com.br



ENQUETE

A morte trágica da bancária Lilian Jamberci, vítima do "Dr. Bum Bum", trará à luz uma reflexão sobre o vício da vaidade?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.