DESTAQUES

Estou desempregada

Eduardo Yabusaki 28/06/2018 PSICOLOGIA
Estou desempregada
Fonte: Google Imagens
É certo ou errado pedir ajuda financeira ao meu namorado? Isso pode ser prejudicial ao relacionamento?

Por Eduardo Yabusaki

Começo de namoro ou de longa data, independentemente do tempo de relacionamento, o assunto dinheiro, principalmente quando uma das partes enfrenta dificuldades, é delicado de se abordar e de se resolver. Por isso, deve-se ter todo um cuidado e sensibilidade para discuti-lo.

Nem sempre dentro de um namoro o relacionamento caminha de forma tranquila. Por vezes, uma situação imprevista como o desemprego pode afligir o par e trazer variáveis negativas ao casal e à sua convivência. Tratar de tais assuntos e seus desdobramentos vão depender de inúmeros fatores que devem ser observados pelo casal:

1. O relacionamento, sendo ele recente ou mais duradouro, tem espaço para falar sobre vida financeira ou como cada uma das partes pensa sobre isso: como se organizam com contas, gastos, economia, investimento, enfim, como pretendem se organizar se um dia viverem juntos.

2. Falar sobre dificuldades que cada um possa viver em suas vidas, mas principalmente como vão compartilhar isto na convivência do casal e consequentemente como enfrentarão e irão resolver tais dificuldades.

3. Como cada uma das partes pensa e idealiza a vida profissional, trabalho e ambições e expectativas financeiras, ou seja, como pensam sobre dinheiro e sua importância para vida a dois.

4. E, finalmente, como entendem que problemas, conflitos e dificuldades que existam entre ambos possam ser resolvidos entre as partes. Afinal, são situações inevitáveis e que consequentemente terão que ser vividas, e digeridas e resolvidas. Que essa realidade não seja um problema, mas sim a oportunidade de crescimento e amadurecimento individual e do relacionamento.

No relacionamento, seja ele um namoro ou casamento, não devemos temer pelo incerto, mas sim aproveitar das situações críticas para que o relacionamento crie uma estrutura e desenvoltura ainda mais resistente e profunda entre as partes envolvidas afetivamente.

Viver um relacionamento implica em desfrutar de tudo de melhor que possa se ter no convívio com o par, com prazer, amor e alegria, mas acima de tudo, diante das dificuldades e problemas, ambos devem procurar se fortalecer, crescer e aprofundar ainda mais seus sentimentos. Portanto, não tema e viva intensamente o seu relacionamento!




TAGS :

    desempregada, pedir, dinheiro, namorado

Eduardo Yabusaki

Eduardo Yabusaki - Psicólogo e Sexólogo Especializado em Terapia Comportamental Cognitiva, Terapia de Casal e Terapia Sexual. Coordenador do Curso de Sexologia Clínica ministrado em diferentes cidades há mais de 15 anos. Docente convidado do Curso de Fromação em Sexologia Clínica de BH. Responsável pelo www.vidadecasalbh.com.br



ENQUETE

A morte trágica da bancária Lilian Jamberci, vítima do "Dr. Bum Bum", trará à luz uma reflexão sobre o vício da vaidade?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.