DESTAQUES

Saciedade: quando decidir parar de comer?

Luiza Camargo 04/09/2018 SAÚDE E BEM-ESTAR
Saciedade: quando decidir parar de comer?
Fonte: Google Imagens
Quando praticamos o comer e o beber com atenção plena, o mindful eating, estamos abertos e receptivos para a experiência do momento presente

Por Luiza Camargo

Desfrutar de um delicioso chá, sentir a mão se aquecendo na caneca, o aroma subindo nas suas narinas, o líquido quentinho tocando sua boca, os sabores que despertam, as lembranças que lhe podem vir.

Estar inteiramente presente na sua experiência de tomar chá.

Perceber como cada gole é diferente e pode lhe trazer novas percepções.

Isso tudo ao tomar um simples chá, presente.

Quando praticamos o comer e o beber com atenção plena, o mindful eating, estamos abertos e receptivos para a experiência do momento presente.

Você já experimentou comer algo inteiramente presente?

Usar os seus sentidos para lhe ajudar na escolha do que comer, algo que lhe satisfaça e também nutra seu corpo. Esse é um dos princípios da prática do mindful eating.

Estar atento a sua sabedoria interna e em conexão com seu corpo, notando as sensações físicas, os pensamentos e as emoções presentes.

E como degustar dessa experiência?

Um ponto inicial é notar se você está presente no momento. Temos uma poderosa âncora que nos ajuda a estar no aqui e agora: a respiração.

Pode começar inspirando e expirando algumas vezes e notando seu corpo naquele momento.

Depois comece usando seus sentidos para olhar os alimentos disponíveis, notar suas cores, formas, texturas, sentir o cheiro, perceber se é algo crocante ou macio, pode experimentar pegar com as mãos ou que lhe atrai mais.

Essa investigação pode lhe ajudar a escolher o que irá comer, qual comida pegar para colocar no seu prato.

Ao colocar na boca, note os sabores que estão presentes, a textura e, conforme for  mastigando, as mudanças que vão surgindo.

Note as sensações da sua fome física, percebendo seu estômago e também os sinais do seu corpo (células) para lhe ajudar a guiar nas escolhas do quanto irá comer. Ao longo da refeição ir percebendo os sinais de saciedade que seu corpo lhe mostra para decidir parar de comer.

Essa percepção da fome e saciedade também é um dos princípios do mindful eating e quanto mais você experiencia, mais irá aprender os sinais que seu corpo lhe mostra. No início pode ser um pouco desafiador, mas aproveite as várias refeições do dia para ir notando e aprendendo com seu corpo.

Cada pessoa tem sua experiência pessoal e podem surgir várias sensações. Esteja aberto e curioso para sua prática.

E também você pode comer algo que lhe traga uma sensação agradável, assim como uma neutra ou desagradável. Todas as possibilidades podem acontecer, principalmente quando você está aberto para elas.

Quantas vezes já comeu no piloto automático algo que nem gosta tanto? De repente você para e percebe que aquilo não te faz bem. Por isso, é ótimo estar atento ao que está comendo.

Lembre também de deixar de lado os distraidores: celular, tablet, televisão, computador, livros, revista, jornal. Aproveite para fazer uma pausa e estar presente no momento de sua refeição. Experimente.

No mindful eating, as práticas meditativas formais, em que separa um momento para estar presente na sua respiração, é valiosa para auxiliar no desenvolvimento da atenção plena, de estar inteiramente presente no momento. Você pode iniciar com o tempo que for possível a você e ir aos poucos aumentando.

Boa prática!




TAGS :

    saciedade, mindful, eating

Luiza Camargo

Luiza Camargo Mendes é instrutora de mindfulness, mindful eating e nutricionista, acredita na união da Nutrição, Mindful Eating e Meditação. O alimento é um veículo para nutrir o corpo e a mente e, também um reflexo de como lidamos com nossas vidas. Na sua trajetória é pós-graduada em Obesidade e Emagrecimento e com especialização em Nutrição Desportiva. Realizou o treinamento em Mindful Eating-Conscious Living com Jan Chozen Bays e Char Wilkins. Formada em mindfulness com o Lama Jangchub pela Mindfulness International Training (MTi).



ENQUETE

Quem não tem cão caça com o “ex”, que está receptivo. Você concorda?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.