DESTAQUES

Meu marido explode de raiva. O que fazer?

Andrea Lorena 25/10/2018 PSICOLOGIA
Meu marido explode de raiva. O que fazer?
Fonte: Google Imagens
O comportamento do seu marido requer ajuda psiquiátrica e psicológica

Por Andrea Lorena

E-mail enviado por uma leitora:

“Eu e o meu marido estamos juntos há quase dois anos e temos um bebê de quatro meses. Ele explode de raiva às vezes. Na última vez foi por causa do choro sem fundamento do nosso filho. Ele fica nervoso e  eu não soube o que fazer. Ele gritou, quebrou coisas, colocou a culpa em mim, quis sair com o bebê seminu no meio da madrugada. Brigou com meus pais que tentaram interferir; quis bater no meu pai, perdeu totalmente a noção! Não sei se continuar com ele é válido depois disso. Ele nunca surtou tanto assim. Já teve episódios de raiva com gritaria, mas nada além disso. Esse último caso, pra mim foi demais.”

Resposta: Você já ouviu falar do Transtorno Explosivo Intermitente (TEI)?

Pessoas com esse transtorno, normalmente, apresentam uma incapacidade de manejar seus impulsos agressivos. Logo, são levados a ter comportamentos agressivos, ataques de fúria, os quais são completamente desproporcionais à situações vividas. Muitas vezes, após o episódio de agressão, a pessoa sente arrependimento, vergonha, culpa e até mesmo tristeza.

Pelo brevíssimo relato que você fez, o comportamento do seu parceiro me fez lembrar desse tipo de paciente. Para fechar o diagnóstico correto, é importante que ele busque ajuda especializada. O tratamento dessa patologia consiste em acompanhamento psiquiátrico e psicológico.

Ao começar a resolver esta questão do comportamento do seu parceiro, também seria válido que vocês participassem de terapia de casal, para que ambos voltem a se comunicar de maneira eficiente e saudável. Lembrando que para o bom crescimento do bebê, tais atitudes são extremamente necessárias, aliás, não só para o bebê, mas para a família como um todo.

Atenção!
Este texto não substitui uma consulta ou acompanhamento de um psicólogo ou médico psiquiatra e não se caracteriza como sendo um atendimento.

 

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor(a), mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas por você sobre um determinado tema. A psicóloga Andrea Lorena responderá questões ligadas ao amor patológico, passional e ao ciúme excessivo. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.



ENVIAR PERGUNTA



TAGS :

    tei, raiva, psicologia

Andrea Lorena

Andrea Lorena é psicóloga. Doutoranda pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Possui mestrado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). É coordenadora dos setores de pesquisa e tratamento do Amor Patológico e Ciúme Excessivo do Ambulatório Integrado dos Transtornos do Impulso (PRO-AMITI) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. www.psicologiaecognicao.com



ENQUETE

Quem não tem cão caça com o “ex”, que está receptivo. Você concorda?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.