DESTAQUES

Maquiar-se

Celso da Silva 09/01/2019 SAÚDE E BEM-ESTAR
Maquiar-se
Fonte: imagem Pixabay
Servir-se de regras pode trazer efeito oposto

Celso da Silva    
 
Nos conceitos do visagismo (saiba mais) a maquiagem é um item quase que obrigatório, digo quase, pois consideremos efeitos de correção utilizando outros atributos, como corte de cabelo, vestimentas. (veja textos anteriores).

Quando pensamos em imagem atrelada à maquiagem, associamos as correções: técnica utilizada de luz e sombra onde se esconde o que deseja disfarçar e iluminar o que se deseja clarear. Utilizam-se vários produtos com esta finalidade: pós-faciais, bases, corretivos, blushes e iluminadores.

Também citado em outros artigos, os formatos de rosto nos asseguram interpretações mediante as figuras geométricas, as quais são semelhantes. Temos formatos de rosto redondo, quadrado, triangular, hexagonal, entre outros onde abordaremos minuciosamente em outro momento.

O que atesto aqui, é que as correções atribuídas à maquiagem, não podem obedecer a uma regra, como mencionadas em tutoriais. Existe uma intenção e uma necessidade, portanto, devem ser trabalhadas de acordo com a intenção da maquiagem e formato de rosto.

Tomamos por exemplo alguém que tenha um rosto quadrado com características de testa larga e laterais do rosto também retilíneas. Este formato supostamente traz sensações de conservadorismo e seriedade. Se o intuito é manter este objetivo, saibamos então que não devamos trabalhar com as correções grosso modo, que seriam escurecer as laterais da testa e do rosto para amenizar estas proporções.

Mas se a intenção é modificar estas sensações e passar outra imagem, pensamos na necessidade desta correção.

Como também sinalizado, o desejo da pessoa é tão importante quanto às habilidades técnicas, pois ambas deverão interagir.

O que se pode perceber que o visagismo é um auxiliar para a expressão dos desejos dos indivíduos, desde que também não seja negligenciado para não vir à tona a pessoa real.

Atualmente este recurso das correções na maquiagem vem sendo utilizado de forma equivocada mediante a falta de informações sobre o contexto (imagem) e suas significações quanto às figuras geométricas. Assim como aliada, a maquiagem quando não utilizada corretamente pode trazer efeitos contraditórios para a imagem.




TAGS :

    visagismo, maquiagem, makeup

Celso da Silva

Graduado em Beleza e Estética, Mestrando em Educação pela Fundação Ibero americana, Psicopedagogo, Especialista em Docência para o Ensino Superior, Especialista da Docência do Ensino Profissionalizante. Professor Universitário das disciplinas. Visagismo, Maquiagem, Colorimetria, Projetos interdisciplinares, Estética capilar com tratamento de couro cabeludo e fio. Tutor em Consultoria da Beleza, Evento, cerimonial e etiqueta. Instrutor Senac em curso de cabeleireiro e atuante em espaço de beleza próprio.



ENQUETE

Você desempenha seu trabalho com fé?







VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.