DESTAQUES

Ignorância do marido pode ser considerada assédio? Como lidar?

Andrea Lorena 25/01/2019 PSICOLOGIA
Ignorância do marido pode ser considerada assédio? Como lidar?
Fonte: imagem Pixabay
Há medidas legais cabíveis, assim como tratamentos psicológicos voltados para a necessidade de cada casal

Por Andrea Lorena

E-mail enviado por uma leitora:

“O meu marido é ignorante. Quando faço algo que ele não gosta, ele grita comigo. Ontem ele me xingou com palavrões muito fortes, porque eu lavei as verduras na pia e a pia entupiu. Não é a primeira vez que ele me xinga. Já conversei com ele sobre isso, mas sempre acontece. Eu fico calada pra evitar piores discussões. O que eu faço?”

Resposta: Para começarmos, acho importante descrever a origem da palavra ignorante. Ignorante tem sua origem no latim, “IN” significa não e “GANRUS”, aquele que domina o assunto ou saber. Logo, ignorante é o não saber.

As pessoas podem agir e se comportar de forma ignorante, ou seja, por não deterem o conhecimento do que é plausível ou socialmente aceito; agem guiadas pelo “não saber”, pela falta de conhecimento. Por outro lado, também podem agir com ignorância, aqui no sentido popular com a conotação de agressividade, e muitas vezes, de forma voluntária.

Somado a isso, também existem os fatores psicológicos envolvidos na pessoa dita como ignorante? Ele(a) é impulsivo? Tem baixa capacidade de suportar frustração?

Todos estes elementos somados podem levar a comportamentos disruptivos (destrutivos) e agressivos, os quais, em casos extremos podem ser considerados assédio. Diante deste, existem medidas legais cabíveis a cada caso, assim como tratamentos psicológicos voltados para a necessidade de cada casal.

Atenção!
Este texto não substitui uma consulta ou acompanhamento de um psicólogo e não se caracteriza como sendo um atendimento.

 

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor(a), mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas por você sobre um determinado tema. A psicóloga Andrea Lorena responderá questões ligadas ao amor patológico, passional e ao ciúme excessivo. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.



ENVIAR PERGUNTA



TAGS :

    assédio, ignorância, marido, psicologia

Andrea Lorena

Andrea Lorena é psicóloga. Doutoranda pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Possui mestrado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). É coordenadora dos setores de pesquisa e tratamento do Amor Patológico e Ciúme Excessivo do Ambulatório Integrado dos Transtornos do Impulso (PRO-AMITI) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. www.psicologiaecognicao.com



ENQUETE

Como você vem cultivando suas relações?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.