DESTAQUES

Há relação entre o uso de antidepressivos e falha de memória?

Eduardo Ferreira Santos 06/02/2019 SAÚDE E BEM-ESTAR
Há relação entre o uso de antidepressivos e falha de memória?
Fonte: imagem Pixabay
Vale a pena conversar novamente com seu psiquiatra e ver se é o caso de parar ou mudar a medicação

Por Eduardo Ferreira Santos

E-mail enviado por uma leitora:

“Tomo Reconter há exatos dois anos, 10 gotas por dia. Nos últimos tempos tenho sentido minha memória prejudicada, principalmente a memória recente. Falei com o psiquiatra a respeito e ele foi meio vago. Existe relação entre a medicação e a perda de memória? Aguardo sua resposta.”

Resposta: Não há estudos científicos confiáveis que indiquem alterações cognitivas devido ao uso de antidepressivos.

Por outro lado, sabe-se que a própria depressão pode causar problemas tanto na memória quanto nas demais funções cognitivas.

Recentemente foi lançada uma medicação (Vortioxetina) que teria efeito benéfico na recuperação desses sintomas, que seriam provocados pelo estado depressivo em si.

De qualquer forma, o uso prolongado de qualquer medicamento pode, dependendo de variações individuais, provocar efeitos no conjunto psíquico.

Vale a pena conversar novamente com seu psiquiatra e ver se é o caso de parar ou mudar a medicação.

Atenção!
Este texto não substitui uma consulta ou acompanhamento de um médico psiquiatra e não se caracteriza como sendo um atendimento.

 

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. O psiquiatra e psicólogo Eduardo Ferreira Santos responderá dúvidas e perguntas sobre os relacionamentos de uma maneira geral, sobre autoestima e conflitos emocionais. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



TAGS :

    antidepressivos, memória, psiquiatria

Eduardo Ferreira Santos

Psiquiatra e psicoterapeuta. Obteve Titulo de Mestre em Psicologia Clínica pela PUC-SP e o de Doutor em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina na USP. Escreveu os seguintes livros sobre relacionamento amoroso: Casamento missão (quase) impossível; Ciúme: O medo da perda; Ciúme: O lado amargo do amor Mais informações: www.ferreira-santos.med.br



ENQUETE

Você sente dificuldade de sair de um relacionamento abusivo?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.