DESTAQUES

Visual e beleza: antes e depois

Celso da Silva 07/02/2019 SAÚDE E BEM-ESTAR
Visual e beleza: antes e depois
Fonte: imagem Youtube
As transformações feitas em programas de TV são de fato bem-sucedidas?

Por Celso da Silva   

Hoje abordarei especificamente o tema consultoria no visagismo – saiba mais.

Muitas pessoas desejam ter seu visual transformado, como os programas de TV sinalizam, mas precisamos verificar como isso se dá.

Normalmente em um programa, um indivíduo é escolhido (em potencial), o que significa que há várias vertentes a serem trabalhadas (cabelo/corte, cor, maquiagem, vestimenta), mas como não estamos em acompanhamento, como saberemos se a mudança foi válida.

Cálida no contexto de exteriorizar seus sentimentos, suas vantagens e seus objetivos. Será que este novo visual representa o indivíduo em questão?

Em uma consultoria visagista há o interesse em saber, quais as razões que levaram o cliente a procurar ajuda profissional.  Isso é relevante para sanar possíveis dúvidas, quanto aos serviços desejados e oferecidos.

A entrevista com o cliente é uma etapa que demanda tempo e cuidado na elaboração das perguntas, pois nesta fase pode florescer uma atitude irritadiça no cliente por algo que não gostou de ouvir. Mas, no entanto, é pertinente ao processo.

Um mapa figurativo com as informações de medidas, traços fisionômicos do rosto esboçam a leitura e interpretação de como o cliente está. Etapa muito importante, a qual justifica ou não os desejos e objetivos do cliente.

Através do mapa, o profissional traça as estratégias para transformar o desejo em concretização visual e, a partir deste momento, inserir o reconhecimento do cliente mediante o seu contentamento em aceitar-se e reconhecer-se.

São muitos os profissionais do segmento da beleza que se intitulam visagistas, por possuírem somente as habilidades técnicas que agradam visualmente o cliente. Mas quando analisada a representação dos aspectos dessa transformação, poderá não preencher (encaixar) às expectativas solicitadas e pelo que está sendo percebido pelos demais.

Os locais e preços também são diversos, mas atentamos aos indivíduos que buscam pelo serviço que pesquisem sobre o profissional em questão, analise suas especializações e aceitem indicações e sugestões.

Finalizando vale ressaltar que os profissionais visagistas normalmente não são técnicos com as habilidades práticas. Trabalham apoiados a outros profissionais (cabeleireiros, maquiadores etc) para realização das tarefas.




TAGS :

    visagismo, beleza, transformação

Celso da Silva

Graduado em Beleza e Estética, Mestrando em Educação pela Fundação Ibero americana, Psicopedagogo, Especialista em Docência para o Ensino Superior, Especialista da Docência do Ensino Profissionalizante. Professor Universitário das disciplinas. Visagismo, Maquiagem, Colorimetria, Projetos interdisciplinares, Estética capilar com tratamento de couro cabeludo e fio. Tutor em Consultoria da Beleza, Evento, cerimonial e etiqueta. Instrutor Senac em curso de cabeleireiro e atuante em espaço de beleza próprio.



ENQUETE

É possível ser você mesmo no ambiente de trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.