DESTAQUES

Agressões físicas entre marido e mulher na frente das crianças. Qual pode ser o prejuízo?

Blenda de Oliveira 01/01/2016 PSICOLOGIA
Crianças em ambientes de violência familiar tendem a se sentir culpadas

por Blenda de Oliveira

"Meu filho e minha nora sempre discutem e às vezes até se batem na frente das crianças. Como posso ajudá-los? Um é mais teimoso que o outro e não respeitam os filhos. Estou sofrendo com isso."

Resposta: Tem toda razão de buscar ajuda e compartilhar o que tem vivido.

É uma situação que não só acarreta problemas no futuro das crianças, como já deve estar comprometendo o presente. Nào precisamos esperar o futuro para ver, o presente já deve estar sinalizando quanto seus netos sentem-se tristes e inseguros na situaçào familiar.

O que você poderia tentar nesse momento, é conversar com seu filho ou sua nora, ou os dois, sobre a insustentabilidade da situação e as dificuldades que acarreta e que acarretarão a continuidade da violência dentro do núcleo familiar. Claro que você teria que tentar conversar com quem tem um pouco mais de disponibilidade para ouvir. Contudo, sugiro que apresente uma alternativa para eles. Se você pode (eu não sei qual a situação financeira do casal) antes de conversar, busque o nome de um psicoterapeuta de casal e ofereça ajudá-los com a indicação.

Neste caso é muito complicado você ajudá-los por sua conta e risco. Eles não aceitarão e, de um jeito ou de outro, você tomará algum tipo de posição que pode acarretar ainda mais discordâncias. O casal precisa de ajuda profissional e com urgência, pois há uma escalada de agressões que se não for cuidada, tende a aumentar.

Se tem uma boa e amorosa proximidade com seus netos, tente estar mais com eles em situações de tranquilidade e brincadeira. Se puder, com calma, explique para eles que o papai e a mamãe estão se desentendendo muito porque há muitas coisas deles que precisam ser resolvidas, mas que elas (as crianças), não são a causa daquilo tudo. Garanta para eles que são amados pelos pais e por você, mas que infelizmente os adultos nem sempre conseguem resolver seus problemas da melhor forma. Longe dos pais, promova bons momentos com seus netos e ajude-os a se sentirem mais amados. Crianças que vivem em ambientes de violência familiar tendem a se sentir culpadas, negligenciadas e com permanente receio de serem abandonadas.

Como sogra, talvez não possa fazer muito a não ser sugerir que o casal busque ajuda. Como avó, pode ajudar com mais liberdade sem que tenha que entrar diretamente nos conflitos do seu filho e da sua nora. A minha sugestão com os netos depende do contato e da proximidade que tem com eles.

Desejo que possa fazer o melhor que estiver ao seu alcance, mas lembre-se que seu filho e sua nora são adultos, embora estejam descontrolados, e você tem uma chance pequena de mudar a situação. Insisto, por isso, que eles busquem imediatamente uma ajuda. Receba meu abraço. Boa Sorte!

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga e psicanalista Blenda de Oliveira responderá dúvidas e perguntas sobre conflitos familiares e entre pais e filhos. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Blenda de Oliveira

Doutora em psicologia clínica pela PUC-SP. Psicanalista pela Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP). Psicoterapeuta de adultos, adolescentes, crianças, famílias e casais. Atuante como Life Coaching em diversas áreas, utilizando essa metodologia para colaborar nos processos de sucessão familiar nas empresas.



ENQUETE

Qual o preço de se buscar a perfeição?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.