DESTAQUES

Você se considera impulsivo (a)?

Thaís Petroff 10/04/2019 PSICOLOGIA
Você se considera impulsivo (a)?
Fonte: imagem Pixabay
Saiba aqui como ser menos impulsivo

Por Thaís Petroff

Quais os resultados dos comportamentos impulsivos em sua vida? Já parou para refletir um pouco sobre o que é a impulsividade e em como lidar com ela?

Um ato impulsivo é aquele no qual não avaliamos adequadamente ou não levamos em conta as consequências do mesmo sobre nossa vida e/ou de outros. Fazemos o que sentimos vontade naquele exato momento sem refletir no que isso pode dar em seguida. O grande problema disso é que, na ausência de uma avaliação dos resultados de nossas ações, acabamos não nos responsabilizando por eles e podemos criar problemas os quais não nos preparamos para lidar.

Agir impulsivamente é algo imaturo e infantil

Afinal, são as crianças que se comportam desse modo. Elas ainda não aprenderam as leis da ação e reação e também não têm ainda muita noção de tempo; vivem inteiramente focadas no presente, no aqui e no agora e por isso não projetam o futuro. Viver no momento presente é algo muito útil e importante, dado que se ficamos o tempo todo pensando no futuro, acabaremos por desenvolver a ansiedade, mas conforme vamos crescendo e nosso cérebro se desenvolvendo, podemos ir amadurecendo também emocionalmente, conseguindo fazer esse "jogo" de relacionar possíveis consequências futuras com nossas ações do presente e com isso pautar nossas escolhas no aqui e agora. Quanto mais fizermos isso, mais responsáveis e felizes também nos tornamos; uma vez que percebemos cada vez mais a vida em nossas mãos, o controle que temos de muitas coisas por conta de controlarmos a nós mesmos.

Por isso, se você tem a ideia de que responsabilidade é algo pesado e chato e por isso não gosta muito de pensar no que faz. Digo-lhe: você está se enganando. Sempre teremos consequências diante de nossas escolhas e elas certamente em algum momento nos afetarão. Portanto, se você não leva em conta o impacto de suas decisões e ações sobre o mundo, sobre a vida dos outros, e principalmente sobre a sua própria vida, você está cada vez mais se colocando em um beco sem saída e, se ainda não chegou, muito em breve a "conta" de seus atos chegará a você.

Quanto mais responsabilidade você tiver sobre si mesmo, mais liberdade sentirá (e não o contrário).

Como ser menos impulsivo e mais responsável

1 - Sempre que for tomar alguma decisão pare por alguns instantes e se pergunte o porquê de querer fazer isso. Busque identificar o que te motiva: raiva, medo, seus sonhos, boas intenções?

2 - Quando identificar com mais clareza sua motivação (o motivo que te leva à ação) se pergunte se é isso mesmo o que quer e se estando mais calmo agiria do mesmo modo ou se passasse um dia ou dois você continuaria com essa mesma decisão.

3 - Tome a decisão e entre em ação. Passado algum tempo (talvez alguns minutos, horas ou dias) avalie o resultado de sua escolha. Foi positivo? Se sim, por quê? Se não, por quê? Aprenda com suas escolhas e comportamentos. Errar não é um problema. Persistir no erro e não aprender com ele, é!




TAGS :

    impulsivo, impulsiva, psicologia, arrepender

Thaís Petroff

Formada em Psicologia pela PUC-SP e é Master Coach. Utiliza a Terapia Cognitivo Comportamental como base do seu trabalho, mas sabendo da profundidade e complexidade do ser humano, fez formação em Bioenergética, Programação Neurolinguística e Yoga se focando em auxiliar as pessoas a desenvolver e manter emoções mais equilibradas e saudáveis. Foca-se em desvendar e compreender a desafiadora prática das relações, promover transformações cognitivas, emocionais e comportamentais nas pessoas que a procuram e disseminar conhecimento através das mídias sociais. http://www.thaispetroff.com.br



ENQUETE

Qual o preço de se buscar a perfeição?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.