DESTAQUES

Sente-se culpado? Saiba como se livrar desse peso

Emilce Shrividya Starling 17/04/2019 AUTOCONHECIMENTO
Sente-se culpado? Saiba como se livrar desse peso
Fonte: imagem Pixabay
A culpa nos faz errar de novo

Por Emilce Shrividya Starling

Todo meu aprendizado no Yoga e minha transformação para melhor tem sido dissolver os pensamentos negativos, medo, ansiedade e desenvolver boa autoestima e amor a mim mesma.

Aprendi nos sábios ensinamentos da Filosofia do Yoga que temos que nos valorizar e não nos diminuir, nem nos considerar pecadores ou indignos. A autoindagação, a contemplação para o autoconhecimento é um importante passo para nossa evolução espiritual. Se não tivermos consciência de nossos erros e defeitos, como vamos melhorar?

Temos que buscar o autoaperfeiçoamento sem perfeccionismo. Arrepender-se sem sentimento de culpa, com humildade e vontade de agir corretamente.  

Doe amor a você

Temos que ter paciência e caridade conosco e não nos culpar de nossos defeitos. A culpa nos faz errar de novo, pois alimenta o ego negativo que nos aprisiona. Não é sermos coniventes com nossos erros, mas tomar consciência deles, arrepender-nos e nos determinar a melhorar cada dia mais.

A melhor maneira de superar nossos erros é desenvolver boas qualidades, como bondade, compaixão, generosidade. Descobrir também as qualidades que já temos, pois por causa da mente negativa só percebemos nossos defeitos.

Viemos a esse planeta redentor para desenvolver esses tesouros interiores, as virtudes que já existem dentro de nós, mas estão encobertos por camadas de pensamentos negativos, com seus venenos mentais como egoísmo, raiva, desejos, ambição desmedida, inveja, violência, avareza, corrupção, ódio de si mesmo e dos outros.

Responsabilize-se

Precisamos ter responsabilidade por nossos pensamentos, palavras e ações. Temos que perguntar a nós mesmos, se o que vamos falar ou fazer será bom para nós e para os outros. Podemos escolher como agir para colher melhores resultados. Temos que tomar decisões e ações com plena consciência. Agindo pensando em nós e nos outros ao mesmo tempo. Quem faz muitas críticas a si mesmo é porque traz sentimentos de culpa, se acha um pecador e tem baixa autoestima. Somos imperfeitos como ego, mas não somos o ego, nem corpo ou a mente. Somos um espírito provisoriamente em um corpo.

Como disse Teilhard de Chardin: “Não somos seres humanos passando por uma experiência espiritual. Somos seres espirituais passando por uma experiência humana.”
Temos que descobrir nossa verdadeira essência, a chama divina, Deus que habita em nós como o Ser interior, imortal e puro. Descobrir nossa grandeza como filho de Deus, pertencente à família divina. Viemos na Terra, em muitas encarnações, para quitar nossos débitos e desenvolver virtudes e a vontade de ser útil com boa vontade. Manifestar amor em ação. Só acontecerão mudanças verdadeiras quando nos conectarmos com nosso espaço de Luz interior, com a bondade inata que existe dentro de nós, esperando para ser descoberta e ser revelada.

Mude lentamente de modo perseverante e constante

É nosso dever mudar a nós mesmos, nos aceitando, nos valorizando e descobrindo o Ser interior dentro desse espaço de paz e de amor, encoberto por turbulências das emoções e sentimentos negativos.  Nossa mudança deve ser lenta e contínua. Daí a necessidade das práticas diárias de meditação, do relaxamento profundo para aquietar corpo e mente e sermos assim conduzidos aos níveis tranquilos e profundos, onde encontrarmos o apoio interior. Essas práticas nos levam para dento onde descobrimos nossa própria coragem e alegria. Elas nos ajudam muito a conscientizarmos de nossos erros, de mudanças necessárias e a buscar soluções.

Nutra com amor a divindade que habita em você. Desperte sua consciência de que você é um espírito que dá vida a seu corpo e à sua mente. Ouça seu coração e conheça a alegria de cumprir seu verdadeiro dever na Terra. Tenha a consciência que Deus habita em você. Namaste! Deus em mim saúda e agradece Deus em você! Fique em paz!




TAGS :

    culpa, ego, tristeza, paz

Emilce Shrividya Starling

É formada em Yoga pela Federação de Yoga do Brasil e Centro de Estudos de Yoga Narayana/S.P, com aperfeiçoamento em Hatha Yoga e Meditação nos Estados Unidos. É professora de Hatha Yoga em Santos (SP), desde 1989. Atualmente ensina Filosofia do Yoga e Meditação.



ENQUETE

Suas relações amorosas duram?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.