DESTAQUES

Paixão é sinal de ingenuidade e imaturidade?

Eduardo Yabusaki 18/04/2019 PSICOLOGIA
Paixão é sinal de ingenuidade e imaturidade?
Fonte: imagem Pixabay
Por que a paixão está tão depreciada e fora de moda?

Por Eduardo Yabusaki

De modo geral, observo que  adolescentes, adultos-jovens e pessoas maduras têm vivido buscas e desencontros amorosos que se refletem em decepção, mágoa e solidão: em síntese, sofrimento.

Essas pessoas vivem uma busca por alguém sem saber muito bem o que querem. Na prática, não levam em consideração suas expectativas sobre com quem gostariam de estar ou mesmo seus anseios emocionais. Em consequência, o apaixonar-se deixa de ser considerado algo importante e se transforma em um sentimento a ser evitado. Que sentido é esse em que viver sentimentos intensos e verdadeiros, tornam-se sinônimos de exposição e risco e não um privilégio? Já que são sentimentos nobres e puros inerentes à natureza humana. Assim a paixão passa a ser vista como sinal de imaturidade e fragilidade.

Autopunição

Que realidade é essa que promove tamanha distorção? Dessa forma ocorre certa autopunição ao se cercear o prazer e, acima de tudo, a completude por viver o apaixonamento por outra pessoa.  Ao deixar de ser vivida, pula-se uma construtiva e prazerosa etapa da relação amorosa.

Por mais que se passe a ideia de que a paixão seja ultrapassada, não tema em buscar alguém movido pelos seus intensos sentimentos. Para manifestar seus sentimentos mais intensos e verdadeiros, não tenha receio de sentir-se ridículo ou exposto, de parecer piegas... Acredite sim que mostrará o que tem de mais precioso e verdadeiro dentro de você.

A intensidade da paixão não dá só sentido ao relacionamento, mas principalmente à construção afetiva, emocional, sexual e amorosa. Viver isso tudo com intensidade e serenidade é que nos dá sentido de vida no que se refere à vida a dois.

Diria que em termos de relacionamento: amar é preciso, apaixonar-se e namorar mais ainda!




TAGS :

    paixão, amor, traição, relacionamento

Eduardo Yabusaki

Eduardo Yabusaki - Psicólogo e Sexólogo Especializado em Terapia Comportamental Cognitiva, Terapia de Casal e Terapia Sexual. Coordenador do Curso de Sexologia Clínica ministrado em diferentes cidades há mais de 15 anos. Docente convidado do Curso de Fromação em Sexologia Clínica de BH. Responsável pelo www.vidadecasalbh.com.br



ENQUETE

Você ama em conta-gotas?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.