DESTAQUES

O ser humano é produto de suas interações

Marta Relvas 28/04/2019 COMPORTAMENTO
O ser humano é produto de suas interações
Fonte: imagem Pixabay
Essa interação é originária de uma estrutura complexa e hierarquizada

Por Marta Relvas

O ser humano é o produto final das interações que estabelece com os outros seres humanos, desde o bebê ao idoso, isto é, com a sociedade. Pais, professores, mediadores são considerados agentes externos ao próprio corpo do indivíduo, são internalizados no seu cérebro pelas atividades de mediação que lhes permitem, num contexto cultural, criar a sua própria autoconsciência.

Diferença: cérebro do ser humano e do animal não racional   

Ao contrário do animal não racional, os seres humanos dependem de uma relação espacial- temporal interiorizada de estímulos sensoriais e respostas motoras, não como resultado de uma aprendizagem biológica reativa baseada em reflexos, mas como resultado de uma aprendizagem psicossocial mediada, interativa, baseada em funções cognitivas. Tal interação está na origem de uma estrutura complexa e hierarquizada, de um órgão extremamente organizado do organismo, ou seja, o cérebro. Órgão da cognição, que se transformou em “órgão da civilização”.

O cérebro só pode se desenvolver por meio da aprendizagem individualizada e é “produto” da mediação com os outros seres humanos. A aprendizagem humana contextualizada promove a incontestável evolução da plasticidade funcional neuronal. Ou seja, a cognição humana aprende-se e ensina-se pela interação.

 




TAGS :

    cérebro, neurociência, aprendizado

Marta Relvas

Bióloga; Doutora e Mestre em Psicanálise; Neuroanatomista; Neurofisiologista; Psicopedagoga e Especialista em Bioética; Tem certificação no programa internacional em Reggio Emília Study Abroad Program na Itália; Title of People Expression Special category Best Practices in Education Neurosciences and childhood and adolescence learning of Erasmus+ University – Europe – Portugal; Membro Efetiva da Sociedade Brasileira de Neurociência e Comportamento; Membro da Associação Brasileira de Psicopedagogia Rio de Janeiro; Autora de livros e DVDs sobre Neurociência e Educação – Transtornos da Aprendizagem publicados pela Editora WAK e Editora Qualconsoante de Portugal; Atua ainda como Professora Universitária na Universidade AVM Educacional / Cândido Mendes, nos cursos de pós graduação em Psicopedagogia, Psicomotricidade, Neurociência Pedagógica, e na formação Docente; Professora na Universidade Estácio de Sá no Rio de Janeiro nos cursos das áreas: saúde, licenciatura; Professora Mentora do curso de Neurociência e Educação CBI OF Miami. Professora, pesquisadora convidada no curso de pós graduação de Neurociência do IPUB/ UFRJ. Coordenadora do Programa de Pós graduação de Neurociência Pedagógica na Universidade Candido Mendes/ AVM Educacional. Palestrante no Brasil e no exterior.



ENQUETE

É possível ser você mesmo no ambiente de trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.