imagem de capa

Vya Estelar Responde

Fala Leitor

Considero meu chefe inseguro e incompetente. Como lidar com ele?

Falta de autoconhecimento pode ser uma das causas dessa insegurança

14 ago, 2019

E-mail enviado por uma leitora:  

“Com isso acho que ele impede meu crescimento e o bom desenvolvimento do trabalho junto à empresa, pois certas tarefas acabam não tendo continuidade. Suponho que essa falta de continuidade seja por conta dele não saber me fornecer determinados feedbacks.”   

Resposta: É difícil quando nos sentimos barrados em relação ao nosso crescimento, não é mesmo? Se as tarefas ficam sem continuidade, o aprendizado também paralisa.

Mas tudo tem solução e você pode começar por uma mudança na sua própria forma de lidar com ele.

Penso que não é somente o feedback que falta, mas pelo que percebo no seu texto, o seu líder não está se desenvolvendo e pouco se conhece, tendo em vista que você o coloca como incompetente.

Causa da insegurança  

A insegurança pode advir justamente desse desconhecimento, por vezes técnico, mas também pode ser comportamental. Ou seja, ele mal sabe das próprias habilidades ou reconhece seus pontos fracos, investindo em autodesenvolvimento. Quando não conhecemos quem somos, não conseguimos nos posicionar de maneira adequada no mundo.

Você já pensou em ter uma conversa clara, colocando suas necessidades e mostrando, com dados e fatos, o que provoca a não continuidade das tarefas para a área como um todo e para os resultados da empresa?

Você pode servir de exemplo, começando e concluindo uma tarefa ou apresentação, mostrando a ele os benefícios que essa atividade possibilitará ao departamento. Isso fará com que ele se sinta motivado e envolvido nas atividades do setor.

Feedback positivo

Você também pode mostrar os pontos positivos que ele tem em sua gestão e personalidade, colocando-se à disposição para apoiá-lo em qualquer necessidade. Assim, ele poderá se sentir valorizado e ser despertado para a ação. Dê você um feedback, deixando claro que gostaria de ser melhor acompanhada e por quais motivos isso seria importante para toda a equipe.

Faça as perguntas certas 

Você ainda pode estimulá-lo com perguntas sobre determinadas tarefas, oferecendo sua ajuda e se posicionando como alguém que deseja desenvolvimento. Veja bem, fazendo as perguntas certas, ele será estimulado a contribuir e “se mexer”.

Forneça ideias sobre determinado projeto que estejam realizando:

- coloque prós e contras, leve informação de qualidade;
- fale com os demais setores, envolva mais pessoas e compartilhe as necessidades, levando a ele um resumo bem elaborado do que você vem pensando para o departamento, fazendo-o pensar!

Lidere de cima parta baixo

Se você tem um líder fraco, busque se desenvolver em algo que chamamos em gestão de pessoas de “liderança reversa”, que nada mais é do que “liderar de cima para baixo”. Sendo assim, neste caso, de maneira mais sutil até que ele desperte. Você contribuirá com suas ideias, mostrando as possibilidades de melhoria.

Há mais colegas no setor?

Converse com alguém de confiança e veja o que podem, juntos, elaborar para melhorar processos, a comunicação e o relacionamento no setor.

Porém, se tentar sinceramente, com todas as suas forças e esgotar as suas possibilidades, veja se há como migrar de setor dentro da própria empresa ou se está na hora de você pensar em outras empresas para oferecer seus dons e talentos.

Ou seja, se realmente perceber que fez tudo o que podia e ainda assim a mediocridade reina, pare para pensar: “Este é o lugar em que eu quero continuar a minha carreira”? Senão, “para onde posso ir e como posso planejar de maneira assertiva este movimento de carreira?”

Atenção!
Este texto não substitui uma consulta ou acompanhamento de uma psicóloga e não se caracteriza como sendo um atendimento.


Psicóloga, Especialista em RH, Master Coach, Consultora de Carreira, Orientadora Vocacional e Mentora  CRP: 06/74914 
http://www.lucianevecchioconsultora.com.br/


Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor(a), ainda mais pertinho de nós. A psicóloga e consultora de carreira Luciane Vecchio responderá perguntas enviadas por você sobre o dia a dia e relações no trabalho e como lidar com conflitos e dilemas na carreira. Os e-mails serão selecionados e publicados de acordo com critério editorial do Vya Estelar. Seu nome e e-mail não serão divulgados.

O que você achou do novo Vya Estelar?