DESTAQUES

O melhor caminho para se libertar do ciúme é aumentar a autoestima?

Anette Lewin 01/01/2016 PSICOLOGIA
Quanto mais tentar prender o outro, pior

por Anette Lewin

"Meu namorado já não suporta mais tanto ciúme!"

Resposta: Ciúme em exagero, em geral, reflete uma dificuldade no contato da pessoa com ela mesma. Ao invés de olhar para o seu interior, preocupar-se com seus objetivos pessoais e tentar trabalhar para atingi-los, a pessoa desloca sua atenção para a vida do outro, tentando controlá-lo.

Como se isso fosse possível. A consequência desse autoabandono é uma autoestima prejudicada por falta de cuidado e atenção.

Sentir ciúme faz parte de qualquer relacionamento, amoroso ou não. Vivemos numa sociedade competitiva onde "ter" é sinonimo de "poder" e essa sensação se estende à posse do afeto ou da atenção do outro. O que diferencia o ciúme normal do patológico é o excesso.

Devemos lembrar o quanto é difícil tomarmos posse dos nossos próprios sentimentos e compreendê-los; tomar posse dos sentimentos do outro, então, é tarefa impossível. E inútil...

Como se constrói a autoestima?

A construção de uma autoestima saudável envolve um focar constante sobre nossas próprias motivações; um desvendar constante de conflitos pessoais e formas de resolvê-los; e o desenvolvimento de mecanismos eficazes para que nossas perdas não deixem cicatrizes muito profundas.

Quem cuida de si próprio está mais apto a conquistar alguém; aquele que precisa de cuidados afetivos constantemente, acaba por afastar o parceiro. Afinal, ninguém entra numa relação afetiva para se tornar enfermeiro plantonista de afetos.

O controle do ciúme envolve a consciência de que cada pessoa é livre para fazer de sua vida o que quiser. Quanto mais se tenta prender, maior fica a necessidade do outro de recuperar sua liberdade. E aí, ao invés de construir um vínculo saudável através de vivências a dois, a parceria acaba se tornando um jogo de gato e rato que a desumaniza e infantiliza.

Enfim, se você gosta de seu namorado e pretende continuar com ele, cuide-se e deixe-o livre para que ele possa ter vontade de voltar para você!

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga Anette Lewin responderá sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Esta resposta possui dois formatos: 1º formato: responder as perguntas enviadas pelos leitores. 2º) formato: de A a Z, explicar através de uma palavra em específico (verbete) o significado do que sentimos ao amar. Esta palavra será extraída de um e-mail enviado pelo leitor a esta coluna. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Anette Lewin

É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data. É coach em saúde mental.



ENQUETE

Você acredita na lei de causa e efeito ou lei do carma?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.