DESTAQUES

Por que não consigo me livrar de objetos inúteis?

Eduardo Ferreira Santos 01/01/2016 PSICOLOGIA
Colecionismo é um tipo de transtorno psicológico

por Eduardo Ferreira Santos

"Não consigo dar fim em muitos objetos e coisas que outras pessoas acham sem valor como roupas, contas pagas, sapatos..."

Resposta: Muitas vezes esse hábito de não conseguir se desfazer de objetos antigos e inúteis é um transtorno psicológico chamado de colecionismo ou de acumulador compulsivo.

Esse transtorno tem uma forte ligação com o Transtorno Obsessivo-Compulsivo e, portanto, precisa ser adequadamente tratado com medicação e psicoterapia.

O tratamento é bastante complexo e começa com a fase de diminuir a ansiedade por se desfazer dessas coisas que, no fundo, guardam alguma relação com processos inconscientes de abandono, privação, necessidade ou escassez passados na infância.

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. O psiquiatra e psicólogo Eduardo Ferreira Santos responderá dúvidas e perguntas sobre os relacionamentos de uma maneira geral, sobre autoestima e conflitos emocionais. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Eduardo Ferreira Santos

Psiquiatra e psicoterapeuta. Obteve Titulo de Mestre em Psicologia Clínica pela PUC-SP e o de Doutor em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina na USP. Escreveu os seguintes livros sobre relacionamento amoroso: Casamento missão (quase) impossível; Ciúme: O medo da perda; Ciúme: O lado amargo do amor Mais informações: www.ferreira-santos.med.br



ENQUETE

Como você vem cultivando suas relações?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.