DESTAQUES

Como funciona a desintoxicação ambulatorial?

Danilo Baltieri 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR

por Danilo Baltieri

"Tenho um amigo que está com problema com o uso de crack e coca."

Resposta: Desintoxicação é definida como o processo de afastamento seguro e eficaz de um indivíduo do consumo de substâncias psicoativas. Muito frequentemente, quando um indivíduo dependente de uma substância psicoativa (álcool, nicotina, cocaína/crack, maconha, benzodiazepínicos, opioides, etc) cessa o consumo ou mesmo reduz drasticamente o uso das substâncias manifesta os chamados sintomas de síndrome de abstinência, os quais são relativamente específicos para cada tipo de substância utilizada.

A desintoxicação pode acontecer tanto em regime de internação quanto durante o tratamento ambulatorial, dependendo da gravidade dos sintomas, da existência de outras doenças, do suporte familiar e do grau de exposição social. Toda avaliação diagnóstica e de proposta terapêutica deverá ser realizada por médicos especialistas na área das Dependências Químicas.

Muitas vezes, quando não existem indicações formais para que o tratamento de desintoxicação seja realizado em regime de internação, a primeira tentativa de desintoxicação ocorre em ambulatório. O paciente deve concordar com o procedimento terapêutico, estar motivado para seguir as orientações médicas, colaborar com o tratamento oferecido e seguir algumas regras que lhe serão passadas. Frequentemente, orientações comportamentais serão realizadas, baseadas no quadro clínico e psicossocial de cada paciente.

Medicações podem ser utilizadas, dependendo também do quadro clínico de cada paciente e das indicações médicas específicas, sempre baseadas em evidência científica.

Portanto, o processo de desintoxicação ambulatorial é bastante válido e deve ser realizado por profissionais especializados.

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. O psiquiatra Dr. Danilo Baltieri responderá questões ligadas à dependência química e vícios: drogas, álcool, cigarro e psicotrópicos. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Danilo Baltieri

Médico psiquiatra. Mestre e doutor em Medicina pelo Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Atualmente é coordenador geral do Grupo Interdisciplinar de Estudos de Álcool e Drogas do Instituto de Psiquiatria da FMUSP (GREA-IPQ-HCFMUSP).Tem experiência em Psiquiatria Geral, com ênfase nas áreas de Dependências Químicas.



ENQUETE

Qual o preço de se buscar a perfeição?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.