DESTAQUES

Namorar sai caro; saiba por quê

Redação Vya Estelar 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Você tem alguma ideia do quanto gasta para namorar?

por Eliana Bussinger

Uma amiga me disse, há poucos dias, que a filha apesar de já ter 24 anos, não queria saber de namorar.

Quando indaguei as razões disso, a resposta foi "Namorar dá trabalho".

Conheço pessoas que adiam o início de namoros mais sérios porque além de "dar trabalho", adivinhe só, namorar custa caro.

Namorar consome energia, tempo e dinheiro. Muitos relacionamentos acabam não dando certo pela carência de um ou mais desses fatores.

Os custos do namoro da mulher moderna

- Telefones fixo e celular - a conta aumenta - e muito - durante os namoros. Quinhentos minutos naquele programa especial da operadora, de repente se torna insuficiente.
- Gasolina : não é incomum que a mulher tenha seu próprio carro e passe para "pegar" o namorado no trabalho ou em casa. E se ele for divorciado e tiver filhos, sempre existe a possibilidade de ter que ir buscar as crianças dele na escola.
- Restaurantes: bem... eles já não pagam mais a conta sozinhos, não é?
- Jantares Íntimos: a antiga regra do "agarre seu homem pelo estômago" ainda vale. E a gente adora fazer aquele jantarzinho especial com cogumelos shiitake e um bom vinho francês. Além é claro das velas perfumadas. Preço médio do jantar: R$ 100,00. Quatro vezes por mês, e lá se vão R$ 400,00.
- Jantares para os amigos dele: isso também vem no pacote, não há como escapar. O ideal seria fazer como fazem os americanos - pot luck - cada um contribui com sua parte.
- Roupas Íntimas: não estou querendo dizer que você não use roupas íntimas no dia-a-dia, mas...namorando a roupa íntima precisa ser, digamos... especial.
- Cheirar bem: mesma coisa aqui. Óbvio que devemos cheirar bem o tempo todo, mas namorando os cuidados têm que ser redobrados e o perfume - francês - precisa ser marcante, não é?
- Bijuterias, roupas, sapatos, roupas de festa, também estão incluídas nessa categoria. Aliás, eu diria que cabeleireiro, manicure, pedicure, depilação, escova, cremes, massagens, drenagens linfáticas, limpeza de pele e outras coisinhas, também são mais constantes quando há relacionamento.

No mínimo, aumentamos a freqüência desses tratamentos ou diminuímos os dias de retorno.

Entram na categoria de "gastos de relacionamentos": contraceptivos, presentes, viagens e aumento na conta de luz (claro, você pode estar morrendo de frio, mas vai deixar o ar-condicionado ligado para agradar o namorado, que como todo homem, sente muito mais calor do que a gente.

Você tem alguma ideia do quanto gasta para namorar?




Redação Vya Estelar

Ângelo Medina é editor-chefe do portal Vya Estelar. É jornalista e ghost writer. Com 30 anos de experiência, iniciou sua carreira na cobertura das eleições à Prefeitura de São Paulo em 1988 (Jornal da Cultura). Trabalhou no Caderno 2 - O Estado de São Paulo, Revista Quatro Rodas (Abril). Colaborou em diversas publicações e foi assessor de imprensa no setor público e privado. Concebeu o site Vya Estelar em 1999. É formado em Comunicação Social pela UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora.



ENQUETE

É possível ser você mesmo no ambiente de trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.