DESTAQUES

Meu namorado é vizinho da ex e morro de ciúme. O que faço?

Anette Lewin 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Você tem em avaliado por que continua com ele?

por Anette Lewin

"E também amigo da irmã da ex e eu moro longe. Meus pensamentos estão me destruindo bem como nosso relacionamento."

Resposta: Será que, ao invés de ficar tão preocupada com a ex do seu namorado, não seria melhor você se concentrar nos problemas do seu relacionamento e tentar resolvê-los? Você sabe o que espera desse namoro? Tem avaliado por que continua com ele? Tem conversado sobre isso? Essas são as únicas coisas que você pode fazer pelo namoro junto com seu namorado. Tentar controlar o que ele faz quando está longe de você, só vai te deixar irritada e insegura. Tentar melhorar o que acontece quando vocês estão juntos, pelo contrário, fortalece o namoro e diminui uma possível vontade dele querer encontrar a ex ou qualquer outra.

Namoro há cinco meses, como faço para saber se a amo?

Resposta: Não existe uma fórmula para definir o amor. A gente sabe que ama de uma forma intuitiva, quando a gente se sente bem do lado da pessoa, quando a gente se sente capaz de abrir mão de algo importante por essa pessoa, quando a gente consegue imaginar um futuro com essa pessoa e por aí vai. Não existe um momento especial, ou como você diz, um tempo para se amar. Esse sentimento pode acontecer no início da relação, depois de algum tempo ou depois de vários anos de relacionamento. Se você se sente bem com sua namorada e ela se sente bem com você, viva esse relacionamento e tente investir nele o que você tem de melhor, porque preservar o amor muitas vezes é mais difícil do que conquistá-lo.

Com qual dos dois eu fico?
Namorava um rapaz, terminei com ele e depois comecei a namorar um amigo comum. E a partir daí, instalou-se a confusão: fico alternando de namorados. Um tem um bom nível social, mas acho que gosto mais do outro. Minha mãe não aceita meu namoro com o rapaz menos favorecido. Estou confusa e deprimida. Hoje faço terapia.

Resposta: É importante que você se esforce para fazer suas escolhas baseada no que você quer e sente e não no que os outros pensam e sentem. Reparou que você passa o tempo todo focada nos sentimentos dos outros, tentando analisá-los, controlá-los e não para pensar em você? Isso é uma ilusão. O que eles fazem ou sentem não depende só de você! Talvez você não goste de nenhum deles, pois não aprendeu a gostar de você. E esse é o primeiro passo que você deve dar: melhorar sua auto-estima. Continue com a terapia que poderá te ajudar muito nesse sentido.

Atenção!

As respostas desta coluna não substituem uma consulta ou acompanhamento de um profissional de psiquiatria e não se caracterizam como sendo um atendimento

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga Anette Lewin responderá sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Esta resposta possui dois formatos: 1º formato: responder as perguntas enviadas pelos leitores. 2º) formato: de A a Z, explicar através de uma palavra em específico (verbete) o significado do que sentimos ao amar. Esta palavra será extraída de um e-mail enviado pelo leitor a esta coluna. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Anette Lewin

É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data. É coach em saúde mental.



ENQUETE

Como você vem cultivando suas relações?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.