DESTAQUES

Presente dos pequenos: até que ponto ceder?

Redação Vya Estelar 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Não devemos ser coniventes com a sociedade de consumo

por Threreza Bordoni

"Vejo tantos pais dando tudo a seus filhos, às vezes tendo menos que nós, fazendo sacrifícios para dar coisas materiais para que eles estejam na moda e satisfeitos. Meu filho de onze anos quer tênis, celular..."

Resposta: A grande virtude é o equilíbrio, ou seja, seu filho não deve ser tolhido de todo e qualquer luxo e também não deve ter todos os seus desejos atendidos. Na escola o ideal é o uniforme. Mas para ele sentir-se bem e enturmado dê um bom e bonito tênis (um que ele escolha dentro das possibilidades da família). Explique para ele que o celular é algo supérfluo, mas se ele desejar muito um, faça com ele um planejamento financeiro de como ele mesmo poderá poupar e ganhar dinheiro para dentro de um período (cinco meses por exemplo) comprar um celular de cartão e como ele deverá continuar a poupar para comprar o cartão. Não devemos ser coniventes com a sociedade de consumo, mas também não podemos fugir dela. O melhor é usarmos isto a favor da aprendizagem e formação do caráter. Assim seu filho crescerá um adulto confiante e capaz de buscar sempre algo mais de forma consciente e planejada.

Princípios religiosos que norteiam a educação familiar podem interferir no processo educativo escolar?

Resposta: Escola e família são parceiros na educação das crianças e jovens, mas para que esta parceria dê certo, é necessário que cada um respeite o seu espaço, sem tentar interferir no do outro. Se sua opção religiosa tem padrões rígidos, diferentes dos da escola que optou, o melhor seria buscar outra escola.

Meu filho de cinco anos não 'deixa' eu cuidar do bebê de nove meses. O que fazer?

Resposta: É natural que seu filho queira atenção redobrada com a chegada do irmão, principalmente nesta idade - nove meses- onde o bebê se torna muito engraçadinho. Converse com o seu filho, deixe claro constantemente que o ama muito e igualmente os dois. Organize uma rotina onde terá um tempo exclusivo para ele, onde vocês possam brincar ou simplesmente ficar juntos. Nos outros períodos imponha o limite e não abra mão do que estiver fazendo. Assim aos poucos ele irá internalizar esta rotina e terá a certeza de sua atenção sempre.




Redação Vya Estelar

Ângelo Medina é editor-chefe do portal Vya Estelar. É jornalista e ghost writer. Com 30 anos de experiência, iniciou sua carreira na cobertura das eleições à Prefeitura de São Paulo em 1988 (Jornal da Cultura). Trabalhou no Caderno 2 - O Estado de São Paulo, Revista Quatro Rodas (Abril). Colaborou em diversas publicações e foi assessor de imprensa no setor público e privado. Concebeu o site Vya Estelar em 1999. É formado em Comunicação Social pela UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora.



ENQUETE

Um post na web traz a seguinte afirmação: muitos homens não procuram a mulher das suas vidas, mas sim a substituição de uma mãe. Você concorda?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.