imagem de capa

Autoconhecimento

Minhas Atitudes

Segredo para ter uma vida mais agradável

Cada pensamento molda sua vida

por Emilce Shrividya Starling

Existem várias maneiras de tornar sua vida mais agradável ou menos agradável.

Você descobriu o segredo? Compreendeu que é uma questão de atitude?

Vamos contemplar juntos sobre suas atitudes. Lembre-se de alguns momentos de sua vida.

Por exemplo, quando você foi a um passeio ou a uma viagem, como foi sua atitude? Estava alegre ou reclamava de tudo?

Se você apreciou tudo como era e permaneceu naturalmente satisfeito, você pode ter se divertido. Mas, se você só viu defeitos, se permitiu ter pensamentos e sentimentos negativos, então você deve ter tido péssimos momentos.

Entenda que foi sua própria atitude que determinou seus bons ou maus momentos.

Raramente as pessoas compreendem que sua raiva, seus momentos desagradáveis são devidos à sua própria atitude. A tendência de todos é culpar alguma coisa ou alguém pelo seu mau humor.

Entenda que nossa atitude é uma das poucas coisas que temos controle. Se pudermos conscientemente controlá-la, teremos obtido grande progresso no autodomínio. Se nossa atitude não pode ser controlada, permanecemos escravos dos samskaras, uma palavra em sânscrito que significa padrões mentais antigos. Esses padrões formam nossas tendências psíquicas poderosas.

Não podemos mudar muitos fatos e acontecimentos, porque tudo que nos acontece é nossa colheita, porém podemos controlar nossa atitude. Depende de nós se estamos alegres ou irritados. Estas são coisas que realmente podemos controlar.

Geralmente, não compreendemos que podemos controlar nosso humor. Pensamos que isto depende dos fatores externos, das outras pessoas, de como nos tratam, do que nos acontece, do trânsito congestionado, do clima, etc.

Precisamos nos libertar da ilusão de culpar as coisas e os outros pela nossa ansiedade, pelos momentos desagradáveis.

Nenhuma pessoa ou coisa tem o poder de nos afetar a menos que permitamos que isto afete nosso pensamento ou influencie nossa atitude.

Em vez de tentar determinar quais serão as suas experiências ou tentar controlar os outros, controle como as experiências lhe afetarão. Esse é um grande controle, um grande poder que você conquista.

Contemple estas frases:

O que permiti que fizessem comigo?

Como deixei que as palavras das pessoas me afetassem?

Fiquei remoendo sobre as palavras desagradáveis ou coisas que me fizeram?

Guardo mágoas e ressentimentos em minha mente?

Alimento pensamentos negativos sobre as pessoas e acontecimentos ou procuro ver o lado bom das pessoas e coisas?

Fico reclamando, lastimando sobre o que me acontece?

Culpo os outros e os acontecimentos ou aprendo com eles?

Fico nervoso no trânsito, me aborreço com o modo que as pessoas dirigem? Quero sempre ultrapassá-las ou tenho paciência para dirigir?

A contemplação é muito importante, porque traz o autoconhecimento que ajuda você a melhorar sua própria atitude.

Outras práticas do yoga, como a meditação e hatha yoga, também melhoram seu humor e lhe ajudam a mudar sua atitude interna, purificando a raiva, mágoas, estresse, medos e preocupações.

Compreenda algo muito importante: Não podemos controlar o que nos acontece, mas podemos controlar o que acontece dentro de nós. E o que acontece em nós é o que determina nossa experiência. Uma vez que entendemos essa verdade, podemos nos transformar para melhor.

Frequentemente, ficamos muito focados no que acontece para nós. Não compreendemos que os eventos e detalhes de nossa vida, que parecem tão importantes quando nos acontecem, passam tão rapidamente e são esquecidos. Precisamos entender que a única maneira que nos afetaram foi de acordo com nossos pensamentos sobre eles.

Lembre-se: "Cada pensamento molda sua vida".

Somos afetados pela nossa própria atitude. Somos afetados pelos nossos sentimentos e pensamentos. Nossas experiências são determinadas pelo que pensamos e sentimos.

"O mundo é como você o vê".

Não podemos mudar muitos fatos e coisas, nem podemos mudar as pessoas, porém podemos mudar a nossa atitude perante a tudo que nos acontece. Podemos mudar o como pensar, o como falar e o como agir.

É uma grande sabedoria entender que a primeira coisa que temos controle é a nossa própria atitude. Ela determina nossa experiência interior. Quando determinamos o que acontece dentro de nós, então determinamos nossa experiência de vida. Esse é o segredo para o autodomínio e a liberdade.

Nossa grande tarefa é mudar a nós mesmos, com determinação, perseverança e muita paciência.

Não viemos a este planeta para sofrer passivamente ou apenas passarmos um tempo aqui. Viemos a este abençoado planeta Terra com o propósito de aprender, de evoluir espiritualmente, de desenvolver virtudes em nosso interior.

Tudo o que temos a fazer é melhorar a nós mesmos e agir de acordo com o dharma (nossa missão divina de vida pessoal), a retidão: o correto pensamento, a correta palavra, a correta ação, o correto modo de viver.

Precisamos confiar mais em Deus e compreender que Ele nos colocou neste mundo com um plano de evolução. Deus não nos criou para sofrer e nem fomos colocados na Terra para lutar por nós mesmos. Ele nos apóia e protege mesmo quando não nos lembramos Dele.

Não devemos fugir das práticas espirituais nos tempos difíceis, pois são momentos de amadurecimento e aprendizado. Se tudo fosse fácil e suave todo o tempo, Deus seria esquecido. Os problemas e dificuldades nos fazem pensar em Deus e encontrá-Lo.

A base de uma vida completa é fé e amor que conquistamos através da oração, do canto dos mantras, da meditação, dos pensamentos positivos e elevados. Essas práticas devem ser feitas com regularidade para que encontremos o apoio interior que tanto nos ajuda nos momentos difíceis.

Tudo que buscamos no mundo está dentro de nós, mas não é suficiente termos uma compreensão intelectual disso. Precisamos nos aprofundar em nosso interior e encontrar lá a alegria e a felicidade. Fique em paz! Namaste! Deus em mim saúda e agradece Deus em você!


É formada em Yoga pela Federação de Yoga do Brasil e Centro de Estudos de Yoga Narayana/S.P, com aperfeiçoamento em Hatha Yoga e Meditação nos Estados Unidos. É professora de Hatha Yoga em Santos (SP), desde 1989. Atualmente ensina Filosofia do Yoga e Meditação.

O que você achou do novo Vya Estelar?