DESTAQUES

Gentileza pode fazer a diferença nos relacionamentos

Patricia Gebrim 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Ofereça palavras de carinho e incentivo

por Patricia Gebrim

Seja nas amizades, nas relações familiares ou nos relacionamentos amorosos, a gentileza é um ingrediente que pode, sim, fazer toda a diferença.

É bastante comum, no início de um relacionamento, que sejamos naturalmente gentis e atenciosos com a outra pessoa, afinal desejamos ser acolhidos e aceitos pelo outro. No entanto, se a gentileza for uma mera estratégia de sedução, tenderá a ser abandonada assim que certa segurança no vínculo for estabelecida.

Pequenos atos de delicadeza fazem, no entanto, mais diferença do que podemos imaginar. Quando uma pessoa é delicada conosco, imediatamente nos abrimos para retribuir a delicadeza. Nos relacionamentos, generosidade gera generosidade. Da mesma forma, avareza gera avareza. Quando sentimos que o outro não nos dá a atenção que gostaríamos de receber, perdemos a vontade de ser generosos, paramos de lhe oferecer o nosso melhor, e assim um movimento de afastamento se instala, muitas vezes sem que isso seja percebido de forma consciente.

Muitos relacionamentos acabam caindo nesse ciclo, oposto ao amor, e de repente ninguém quer dar mais nada para ninguém. Os corações se fecham, a relação enrijece e, se você perguntar, talvez ninguém saiba explicar exatamente como foram parar nesse lugar tão empobrecido.

Um relacionamento sem atos de gentileza é como um terreno seco e abandonado. Falta a beleza das flores, falta a relva verde e macia que ampara nosso corpo cansado, falta a água que limpa e suaviza as batalhas diárias. Sobram pedras, aspereza e espinhos.

Para ser gentil com o outro, antes de qualquer coisa, precisamos sair das redondezas de nosso próprio umbigo e olhar na sua direção, precisamos enxergar de fato a outra pessoa, e mais: precisamos nos comprometer. Comprometer-nos com a nossa parcela na criação da vida. Comprometer-nos a fazer o nosso melhor, não só com aquelas pessoas mais próximas, escolhidas por nós, mas também com aqueles não tão próximos mas que, de certa forma, fazem parte de nossas vidas. É sempre possível ter atitudes gentis que tornam a vida mais suave ... Um sorriso. Um olhar. Uma palavra de gratidão.

Um ato de gentileza genuinamente praticado faz bem não só a quem o recebe, mas também a quem pratica. Faz-nos bem presentear uma pessoa querida, ajudar, criar momentos de beleza e harmonia. Faz-nos bem quando uma atitude nossa ajuda alguém a se sentir melhor. A generosidade é como um bálsamo que cura não só aquele que recebe, mas também, e principalmente, cura o doador.

Experimente. Presenteie as pessoas com as quais se relaciona com pequenos atos gentis. Não precisa ser nada complicado. Uma mensagem carinhosa no meio do dia, um botão de flor, um bombom. Preste atenção nas pessoas (lembre-se: sua atenção é um presente muito precioso!). Ouça-as de verdade, Interesse-se por elas, procure ajudar quando puder. Ofereça algo. Um toque. Um abraço. Um olhar. Ofereça sua presença em um momento difícil. Celebrem juntos.

Ofereça palavras de carinho e incentivo. Participe. Envolva-se.

Dê de si mesmo e eu tenho certeza de que isso abrirá em sua vida portas mágicas por onde a vida entrará dançando, só para alegrar você!




Patricia Gebrim

É Psicóloga Clínica, atua numa abordagem transpessoal. Seu trabalho é direcionado a favorecer o autoconhecimento e a transformação das crenças limitadoras que nos mantêm aprisionados a padrões repetitivos de escolhas. É escritora, publicou 'Gente que mora dentro da gente' e o best-seller 'Palavra de Criança' pela editora Pensamento



ENQUETE

Como você vem cultivando suas relações?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.