DESTAQUES

Meu filho me culpa e me agride por ter me separado. O que faço?

Blenda de Oliveira 01/01/2016 PSICOLOGIA
Segure o leme, pois esse navio é seu!

por Blenda de Oliveira

"Sou divorciada há oito anos. Meu filho sofreu muito, pois tem adoração pelo pai e até hoje, mesmo tendo 20 anos, sofre influência dele. Isso me faz sofrer muito, pois ele grita que me odeia e já me agrediu fisicamente. Em outros momentos quando fica longe do pai, ele é um doce: faz faculdade, me ajuda nos afazeres domésticos, saimos juntos... enfim, vivemos normal. Como conquistar o amor do meu filho que insiste em não amadurecer?"

Resposta: Antes de qualquer coisa, é preciso que diga ao seu filho - um rapaz quase adulto - que reconhece suas razões para sentir-se tão inconformado, mas não admitirá maus tratos, de forma nenhuma! Essa é uma regra inegociável.

Você é mãe e separar-se não é um crime, portanto não merece esse tipo de tratamento. Experimente conversar com ele quando estiverem nos momentos de mais calma e sugira: se para ele é tão difícil... que tal passar uma temporada com o pai?

Segundo ponto, ele tem claro as razões da separação?

Provavelmente, idealizava a família e considera que você seja culpada por ter desfeito o "lar feliz". Ele já é bastante crescido para ter esse tipo de comportamento e continuar insistindo nisso pode atarpalhar sua vida profissional e amorosa no futuro.

Lembre-se que ele está preso a uma situação muito regredida, precisa de ajuda psicoterapêutica. Aliás, vocês precisam de ajuda. Entretanto, procure não alimentar a ideia de que ele não a ama, não se trata disso. Trata-se de uma questão dele e que provavelmente, pela proximidade com você e por se sentir mais à vontade, termina demonstrando os sentimentos de raiva, desamparo e inconformismo para você.

A melhor forma de lidar com essa situação é não se submeter aos ataques dele, pois fica parecendo que se sente em dívida com ele e, portanto, culpada a ponto de tolerar ser mal tratada. Segure o leme, pois esse navio é seu! Ou seja, sua vida vai além do vínculo com seu filho; busque se cuidar física e emocionalmente; faça algo que te realize. Boa sorte!

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga e psicanalista Blenda de Oliveira responderá dúvidas e perguntas sobre conflitos familiares e entre pais e filhos. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Blenda de Oliveira

Doutora em psicologia clínica pela PUC-SP. Psicanalista pela Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP). Psicoterapeuta de adultos, adolescentes, crianças, famílias e casais. Atuante como Life Coaching em diversas áreas, utilizando essa metodologia para colaborar nos processos de sucessão familiar nas empresas.



ENQUETE

É possível ser você mesmo no ambiente de trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.