DESTAQUES

Hérnia de disco pode ocorrer após traumatismos

Juliana Prestes Mancuso 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Sintomas variam de acordo com a lesão ao longo da coluna

por Juliana Prestes Mancuso

A coluna vertebral, chamada de espinha dorsal, estende-se do crânio até a pelve (bacia). Ela é responsável por dois quintos do peso corporal total e é composta por tecido conjuntivo e por uma série de ossos, chamados vértebras, as quais estão sobrepostas em forma de uma coluna, daí o termo coluna vertebral.

A coluna vertebral é constituída por 24 vértebras e ajuda a sustentar o nosso corpo.

Funções da coluna vertebral

1ª) Protege a medula espinhal e os nervos espinhais;

2ª) Suporta o peso do corpo;

3ª) Fornece um eixo parcialmente rígido e flexível para o corpo e um pivô (suporte) para a cabeça;

4ª) Exerce um papel importante na postura e locomoção;

5ª) Serve de ponto de fixação para as costelas, a cintura pélvica e os músculos do dorso;

6ª) Proporciona flexibilidade para o corpo.

O canal vertebral segue as diferentes curvas da coluna vertebral. É grande e triangular nas regiões onde a coluna possui maior mobilidade (cervical e lombar) e é pequeno e redondo na região que não possui muita mobilidade (torácica). Ele é formado pela junção das vértebras e serve para dar proteção à medula espinhal. Entre os corpos de duas vértebras desde a segunda vértebra cervical até o sacro (osso grande e triangular localizado na base da coluna vertebral), existem discos intervertebrais. Os discos formam fortes articulações, permitem vários movimentos da coluna vertebral e absorvem os impactos.

O que é hérnia de disco?

Hérnia de disco é a projeção da parte central do disco intervertebral para além de seus limites normais. Ocorre geralmente em virtude da falta de ligamentos que sustentem o disco nessa região.

Após traumatismos (quedas, acidentes automobilísticos, esforços ao levantar, entre outros), a cartilagem pode ser lesada, comprimindo raízes nervosas. Em qualquer local da coluna vertebral pode haver hérnia de disco.

Sintomas variam de acordo com a lesão ao longo da coluna

No disco cervical
:

- Dor e rigidez na nuca, nos ombros e na escápula;

- Dificuldade de movimentação dos braços, com sensação de formigamento (parestesia).

No disco lombar:

- Dor anal, no quadril e no púbis, irradiando-se para a panturrilha e o tornozelo;

- Dor acentuada ao sentar, levantar peso etc;

- Dificuldade para andar devido a fortes contrações nos glúteos.

Algumas hérnias de disco podem ser tratadas sem a necessidade de cirurgia, no entanto é necessário avaliar o tipo de hérnia. Esse tratamento é feito através de sessões de fisioterapia.

A fisioterapia constitui de etapas ou fases de tratamento, sendo a primeira etapa cuidar das dores (analgesia), a segunda fortalecimento muscular e a terceira a fase propioceptiva prepara a coluna para o fim do tratamento, a fim de evitar novas lesões.

*Fase proprioceptiva: exercícios que compõem a percepção do corpo no espaço, simulação de situações do dia a dia aprimora o fortalecimento muscular.




Juliana Prestes Mancuso

É formada pela Universidade Anhembi Morumbi, especializada em Fisioterapia Ortopédica e Traumatológica pelo Instituto Cohen de Ortopedia e Medicina Esportiva, Fisiologia do Exercício pela Universidade Veiga de Almeida, Fisioterapia do Sistema Musculoesquelética pela Universidade São Marcos e em acupuntura e medicina chinesa pelo Centro Científico Cultural Brasileiro de Fisioterapia. É responsável pelo site e grupo de discussão Fisioterapeutas Plugadas.



ENQUETE

Ninguém é muita areia para o caminhão de ninguém. Você concorda?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.