DESTAQUES

Quando a ansiedade torna-se um problema?

Rosemeire Zago 01/01/2016 PSICOLOGIA
Quando mais necessidade de ter o controle, maior a ansiedade

por Rosemeire Zago

"Sou muito impaciente e ansioso. O que posso fazer para mudar este comportamento?"

Resposta: Uma pessoa impaciente e ansiosa geralmente é impulsiva, ou seja, faz e fala sem pensar, o que caracteriza a falta de controle. O ansioso está sempre “pré-ocupado” com o que está por acontecer e por querer muito ter o controle da situação, acaba tendo o resultado oposto: a falta de controle dos próprios comportamentos. Podemos dizer que quanto mais necessidade de ter o controle mais ansiedade será gerada.

Segundo a Associação Americana de Psiquiatria a ansiedade se caracteriza por uma preocupação excessiva com situações triviais do dia-a-dia, causando muitos transtornos. É um estado afetivo caracterizado por um sentimento de insegurança; é um desejo ardente, uma aflição, uma incerteza quanto ao amanhã.

Quando a ansiedade torna-se um problema?

Apesar de ser uma resposta normal ao perigo físico - e pode ser uma ferramenta útil para concentrar a mente quando há o fim de um prazo se aproxima - a ansiedade se torna um problema quando ela persiste muito além da ameaça imediata e passa a ser um traço da personalidade, onde tudo gera ansiedade. Quando os sintomas como: preocupação descontrolada, inquietação, irritabilidade, apreensão, tensão muscular e problemas de concentração se tornam persistentes, afetando os hábitos e padrão de vida comum é chamado de Transtorno de Ansiedade Generalizada – TAG.

Geralmente quando não se tem o controle dos próprios sentimentos, não conseguindo identificar o que sente dentro, passa a desejar controlar o que acontece fora.

O que você deseja controlar fora? Já pensou sobre quais sentimentos não consegue controlar dentro de você? Você consegue identificar o que sente?

Comece exercitando perguntar a si mesmo todos os dias: “o que estou sentindo?” e escreva a resposta. Conforme consegue identificar melhor seus sentimentos, mais controle de suas reações obterá frente às situações. Praticar yoga, meditação, também poderá ajudar a diminuir sua ansiedade.

Procure se lembrar da Oração da Serenidade adotada pelos Alcoólicos Anônimos no mundo inteiro:

“Que Deus me dê serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar, coragem para mudar as que posso e sabedoria para distinguir umas das outras”

Só por hoje!!!




Rosemeire Zago

Psicóloga com abordagem junguiana com especialização em psicossomática. Desenvolve uma abordagem voltada para o autoconhecimento e criança interior.



ENQUETE

Como você vem cultivando suas relações?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.