DESTAQUES

Para pensar em casamento o namoro tem de ser perfeito?

Eduardo Yabusaki 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Para pensar em casamento o namoro tem de ser perfeito?
Fonte: Imagem Pixabay
Essa é a ideia que se têm sobre o que esperar de um relacionamento

por Eduardo Yabusaki

Achar que para se chegar a um bom casamento é preciso que tudo esteja perfeito, lindo e maravilhoso, é um grande engano. Afinal, quando duas pessoas namoram, por mais que haja muita paixão, entendimento e identificações, sempre serão duas pessoas diferentes, que têm histórias diferentes e pensam de forma distinta.

Antes de qualquer decisão é importante pensar com os próprios botões se o casamento é realmente algo desejado e esperado. Afinal, ele traz mudanças significativas na vida de qualquer pessoa, e nem sempre as pessoas avaliam e consideram o seu impacto em suas vidas, seja no aspecto pessoal, social ou mesmo profissional.

Quando se pensa numa união com outra pessoa, isso certamente irá interferir na individualidade, convivência social, seja familiar ou amigos, e acaba também interferindo na disponibilidade para o trabalho. Porém, esses efeitos não são considerados frente à expectativa de como possa ser um casamento.

É importante sim pensar e avaliar tudo que deseja viver de bom, mas também é preciso considerar que acontecerão diferenças, e consequentemente conflitos que terão de ser enfrentados e superados.

A vida em comum exige hoje que ambos se envolvam em diversos aspectos no cotidiano como atenção, bom humor, afazeres domésticos; além é claro de cultivar sempre o afeto e o prazer sexual.

Dúvidas, inseguranças sobre casar ou não são sempre importantes na medida em que levem a reflexões que conduzam a respostas para sanar angústias ou ansiedades geradas pela incerteza sobre o que será o casamento.

Certezas definitivas nunca teremos, portanto cabe-nos buscar condições para vivermos o relacionamento da forma mais tranquila e prazerosa de modo que tenhamos a convicção de que estamos fazendo o nosso melhor e com sensação de realização.

Como disse Mahatma Ghandi: “Não existe o caminho para a felicidade. A felicidade é o próprio caminho.”

Portanto, não fique à espera da felicidade, construa o seu próprio caminho.




Eduardo Yabusaki

Eduardo Yabusaki - Psicólogo e Sexólogo Especializado em Terapia Comportamental Cognitiva, Terapia de Casal e Terapia Sexual. Coordenador do Curso de Sexologia Clínica ministrado em diferentes cidades há mais de 15 anos. Docente convidado do Curso de Fromação em Sexologia Clínica de BH. Responsável pelo www.vidadecasalbh.com.br



ENQUETE

Como você vem cultivando suas relações?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.