DESTAQUES

Meu namorado está comigo só para quebra-galho?

Eduardo Yabusaki 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Procure avaliar o relacionamento pelo que se vive no cotidiano

por Eduardo Yabusaki

Num relacionamento compromissado é comum uma das partes se questionar sobre quais sejam os reais sentimentos do par. Entretanto, é preciso ter muito cuidado com esse tipo de questionamento, para que não provoque distanciamento ou desentendimentos infundados.

É preciso avaliar com cuidado até que ponto esse pensamento ou desconfiança, quanto aos reais sentimentos do par, são pertinentes ou se são decorrentes de inseguranças e carências não supridas.

Por isso, é importante diferenciar se essa dúvida é provocada por situações de fato vividas entre o par, ou se de repente pode estar associada a vivências passadas ou a fantasias criadas pela sua imaginação.

Se em relacionamentos anteriores houve dedicação e entrega, e a pessoa não se sentiu correspondida à altura pelo par, isso pode ter gerado decepção e até mesmo o fim desse relacionamento. Mas não se pode generalizar, pois nem sempre acontece assim, ou todas as pessoas se relacionam dessa forma.

Como avaliar o relacionamento?

Procure avaliar o relacionamento por aquilo que se vive no cotidiano. Esse pode ser o caminho para responder dúvidas e até criar abertura no relacionamento para se falar a respeito. Afinal, é importante que não haja dúvidas sobre sentimentos. É esperado que possa se tratar dessa questão com naturalidade e tranquilidade para não despertar desconfianças ou fantasmas que não existem.

Criar expectativas ou desejar manifestações sem que o par tenha conhecimento pode ser um grande risco, afinal se não forem atendidas corre-se o risco de frustração sem que a outra parte saiba.

Em geral os relacionamentos passam por um processo de evolução ou crescimento, mas é importante que isso seja o desejo de ambos e fique claro que faz parte de pretensões futuras. Não se fica num namoro longo sem que haja perspectivas da construção de uma vida em comum, porém é importante falar e planejar esse futuro.

O caminho mais favorável é sempre o do diálogo. A transparência em tudo o que é vivido pelo par sempre traz intensidade afetiva, bem como significado no envolvimento. Portanto, nunca receia em falar e esclarecer qualquer assunto.




Eduardo Yabusaki

Eduardo Yabusaki - Psicólogo e Sexólogo Especializado em Terapia Comportamental Cognitiva, Terapia de Casal e Terapia Sexual. Coordenador do Curso de Sexologia Clínica ministrado em diferentes cidades há mais de 15 anos. Docente convidado do Curso de Fromação em Sexologia Clínica de BH. Responsável pelo www.vidadecasalbh.com.br



ENQUETE

Qual o preço de se buscar a perfeição?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.