DESTAQUES

O sonho é o nosso terapeuta internalizado

Carminha Levy 01/01/2016 AUTOCONHECIMENTO
O xamã é sempre um mestre sonhador

por Carminha Levy

Mais do que nunca nos tempos atuais sonhar é preciso. O xamã é sempre um mestre sonhador que decifra a linguagem dos sonhos do cotidiano, o seu caráter pré-monitório e abarca toda sua dimensão simbólica.

Na tradição xamânica contamos com a grande força que provém das Sonhadoras, grupos de mulheres sábias do astral que sonhando, mantêm os sonhos do mundo. Portanto, o ato de sonhar para os xamãs se reveste do Sagrado.

Como um rio caudaloso, o sonho e suas interpretações tem muitas vertentes que desenbocam no grande mar do inconsciente coletivo, como diria o mestre Jung. Na psicologia vários expoentes, como por exemplo Freud, o pioneiro de todos, desenvolveram inúmeras hipóteses sobre os sonhos. Para Freud por exemplo, ele é sempre a realização dos desejos. Não importa que visão tenhamos sobre o sonho, o importante é termos consciência de que ele é um profundo instrumento de mergulho nas nossas profundezas e que trás à tona, tal qual a válvula da panela de pressão, o escape para o caldeirão energético que existe em todos nós, no nosso inconsciente.

Sonho e terapia

Costumo dizer que o sonho é o nosso terapeuta internalizado, pois só o fato de sonhar, já nos traz um alívio de nossas dores, uma esperança no nosso caminho e como no pesadelo, uma grande catarse de nosso tumulto interior. O que seria de nós se não tivéssemos essa dádiva do sonho, não haveria terapeutas suficientes para acudir todas as dores do mundo.

Trago agora para vocês uma visão sobre a utilização dos sonhos, não tão conhecida que é a de Carlos Castaneda no seu livro “O Presente da Águia”, no capítulo “A Arte de Sonhar”, ele nos ensina através do xamã Don Juan, seu Mestre, a ciência de poder termos sonhos lúcidos. Ou seja, ter o domínio do sonho e modificar nele a nossa realidade. Apesar de afirmar que cada “sonhador” era diferente numa análise final, ele percebia que havia sempre uma semelhança nas experiências de sonho, que seguiriam um possível esquema de estágios.

1º estágio

A vigília repousante é o estágio preliminar dos quais os sentidos ficam adormecidos, mas a pessoa continua consciente. Por exemplo, a pessoa pode perceber uma luz avermelhada como se estivesse vendo um pôr-do-sol com as pálpebras bem cerradas.

2º estágio

O segundo estágio do sonho é a vigília dinâmica, neste por exemplo a luz avermelhada desaparece e a pessoa se vê olhando para um cenário, como se fosse um quadro em três dimensões: uma pontinha de cada coisa, uma paisagem, uma rua, um rosto e assim por diante.

3º estágio

O terceiro estágio é o do presenciar passivamente. Nele o sonhador não está mais vendo pedacinhos do mundo, mas está observando, presenciando um acontecimento. È como se nesse estágio o sonho fosse basicamente uma questão de olhos e ouvidos.

4º estágio

O quarto estágio é a iniciativa dinâmica: nele a pessoa é compelida a aventurar a dar passos e aproveitar o máximo do seu tempo. Proponho, para ser coerente com o título desse artigo, que passemos a cultivar a arte de sonhar, pois Sonhar é Preciso.

Você vai se munir de intenção clara, dos objetivos a alcançar e de uma severa disciplina para conseguir ter o sonho lúcido.

Prática

Selecione um problema que esteja vivendo e que precisa de uma consistente solução. Você não poderá ter dúvidas sobre o que você quer e com esse tema na cabeça prepare-se para iniciar essa conquista.

Depois de passar várias vezes (em vários dias) você começará a perceber que a questão como um todo começa a ganhar forma. O próximo passo, é você sair do corpo como seu “Eu Sonhador” e começar a interferir no quadro anteriormente montado. Nesse momento você deve recorrer a seus talentos xamânicos, previamente desenvolvidos e ir com seu animal de poder (clique aqui e saiba mais) até um local onde você conhecerá seu Eu Profundo. Receba dele, que é seu mestre xamã interno a orientação de como modificar e solucionar o seu problema. Apenas siga a orientação do seu mestre que irá indicar a boa e justa solução do problema, respeitando o carma de todos envolvidos. Tem que haver equilíbrio, justiça e harmonia para que ambas as partes sejam contempladas com uma solução na qual todos sairão ganhando.

Essa é uma forma de sonho lúcido adaptada por mim através do xamanismo matricial. Sigo apenas com muita humildade os pressupostos de Don Juan que vai com a sua imensa sabedoria muito além do que esse simples exercício do sonho lúcido do cotidiano, destinado a trazer harmonia e paz aos seus corações.




Carminha Levy

Pioneira no ensino simultâneo de Xamanismo e Psicologia, criou um programa de Facilitadores Xamânicos em Xamanismo Matricial que resgata a sabedoria da Grande Deusa Mãe Terra: a Madona Negra - o matriarcado associando-o ao patriarcado - o Xamanismo Matricial. Instrutora do Neoxamanismo no Brasil



ENQUETE

Qual candidato à Presidência terá mais condições de melhorar o índice da FIB (Felicidade Interna Bruta) e o do IDH (índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.