DESTAQUES

Minha esposa não suporta minha família e vice-versa. Dá para resolver?

Anette Lewin 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Familia de origem acaba ouvindo queixas que o cônjuge não consegue fazer

por Anette Lewin

"Eu e minha esposa estamos tendo problemas sérios de relacionamento devido a desentendimentos dela com a minha família, a qual ela desenvolveu verdadeira aversão, isto por ela dar pequenos palpites, coisas que minha sogra também faz, mas que nunca levei em conta. Enfim, agora a situação se complicou e minha família também criou uma antipatia por ela, pois viu que não havia reciprocidade nos sentimentos. Eu sou muito ligado às minhas irmãs e acho que isso acabou causando ciúmes em minha esposa, mas é difícil acreditar que chegaria a algo tão sério. Será que dá para reverter este quadro?"

Resposta: Pois é... tentar conciliar duas pessoas já é difícil, duas famílias então...

Mas é uma situação que todo mundo que casa tem de enfrentar. Então vamos refletir sobre a melhor forma de lidar com isso.

É preciso, antes de mais nada, entender que famílias diferentes pensam de forma diferente, têm costumes diferentes e, para cada uma, seu modo de pensar e agir parece ser o mais correto. A pessoa que entra numa família já formada acaba sendo um estranho que, num primeiro momento, certamente será observado, testado e muito frequentemente rejeitado. Por melhor que seja.

A aceitação do novo participante só se fará, em geral, com o tempo. Ou jamais acontecerá. Sim, porque quem escolheu casar foram duas pessoas. Suas famílias não tiveram escolha!

Se você está percebendo que sua esposa rejeita suas irmãs por ciúmes, tente evitar, quando ela estiver com você, grandes demonstrações afetivas ou assuntos que a excluam. Nada pior para uma esposa do que ter de escutar um monte de vezes aquela velha historia de infância de seu marido da qual ela não participou. Isso sem falar nas gargalhadas e comentários que a fazem sentir-se uma estranha no ninho. Chato, não? O ideal, nessas situações, é que sejam abordados assuntos dos quais todos os presentes possam participar em igualdade de condições.

Avalie tambem se a frequência de visitas ou encontros familiares não está muito grande. Muitas esposas esperam que os programas a dois da época de namoro continuem a existir depois do casamento e costumam ficar irritadas quando eles são integralmente substituídos por jantares na casa da sogra.

Ainda nesse sentido, evite mesmo quando estiverem a sós, usar familiares como tema de discussão. Um jantar a dois certamente será mais agradável se os assuntos abordados forem assuntos que envolvem apenas o casal. De nada adianta fugir do jantar familiar se a " familia" acaba sendo o tema central do jantar romantico!

E, por fim, lembre-se que muitas vezes a familia de origem acaba sendo depositária de queixas que o cônjuge não consegue fazer diretamente a seu parceiro. É infinitamente mais fácil dizer "não gosto de sua irmã", do que dizer" não gosto desse aspecto em você".

Nesse sentido, uma avaliação constante e verdadeira de como anda a relação conjugal ainda é o melhor remédio contra as tão frequentes picuinhas familiares.

 

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga Anette Lewin responderá sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Esta resposta possui dois formatos: 1º formato: responder as perguntas enviadas pelos leitores. 2º) formato: de A a Z, explicar através de uma palavra em específico (verbete) o significado do que sentimos ao amar. Esta palavra será extraída de um e-mail enviado pelo leitor a esta coluna. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Anette Lewin

É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data. É coach em saúde mental.



ENQUETE

É possível ser você mesmo no ambiente de trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.