DESTAQUES

Desenvolva o sentimento de aceitação e gratidão no dia a dia

Emilce Shrividya Starling 01/01/2016 AUTOCONHECIMENTO

por Emilce Shrividya Starling

A gratidão está muito ligada à aceitação. Quando você abre seu coração para aceitar a sua vida, para acolher o momento presente, para ver a beleza da natureza, é fácil sentir gratidão.

Você sente seu coração agradecido pela Terra por tudo que ela produz para alimentar todos os seres vivos. Você agradece à água por fluir e saciar a sede de tudo que vive. Você se encanta com as maravilhas do mundo natural, e ao se encantar, você se lembra de Deus e a gratidão brota de seu interior.

A natureza é uma grande doadora. Ela nos nutre e nos dá tudo que precisamos sem pedir nada em troca. Como é bom olhar mais para o céu, admirar o pôr- do-sol e o amanhecer, cada dia diferente e único. Ver tanto a beleza de um dia ensolarado como o brilho das estrelas. Aceitar a chuva, o frio, o calor, compreendendo que tudo faz parte desse abençoado planeta que nos ensina com a impermanência das coisas e a polaridade.

Quando você sente gratidão, você experimenta entusiasmo. Mas, se você está sempre reclamando, com a mente ocupada por pensamentos fúteis, por desejos inquietantes, você se sente deprimido e triste.

Para sentir gratidão e alegria de viver, você precisa se libertar dos velhos pensamentos atormentadores, dos sentimentos desagradáveis, das mágoas. Precisa purificar sua mente para se sentir mais leve e livre.

O Yoga nos ensina uma poderosa e simples maneira de purificar a mente através da prática espiritual de cantar o nome Deus. Podemos fazer isso cantando mantras ou mesmo através de hinos religiosos.

O canto do nome de Deus purifica os problemas e negatividades que são apenas energia condensada. Através do canto em louvor a Deus, limpamos essas negatividades que são como sujeira que se acumulou nessa energia condensada dentro de nós.

A prática do Yoga que mais gosto é cantar mantras. Essa prática me acalma e alegra, limpa minha mente, dissolve os pensamentos negativos, me eleva espiritualmente e sinto mais devoção por Deus. Gosto também de ouvir mantras, no carro, ou em casa, e isso também purifica o ambiente e minha mente.

Quando se sentir triste, desanimado, experimente cantar mantras, como por exemplo, On Namah Shivaya (Eu reverencio o Deus que há em mim) e veja o que acontece em seu coração. Sinta a doçura do canto dissolvendo cada grama de raiva e suas limitações, purificando seus pensamentos, removendo antigas negatividades e sentimentos.

Com essa prática espiritual, você começa a se sentir mais leve e a gratidão surge espontaneamente. Você se liberta das dúvidas, dos ressentimentos, do medo e da falta de amor por si mesmo. O canto do nome de Deus purificará seus problemas e até seus problemas imaginários, criados pela sua mente negativa.

Outra maneira de abrir o coração é recordar e reconhecer o bem que tem recebido das outras pessoas. Desenvolva o hábito de dizer:

“Obrigado, muito obrigado”. Não apenas como educação, mas sentindo agradecimento.

Quando você se esquece de agradecer ou não percebe a proteção da mão de Deus, você fica vulnerável a todo tipo de negatividade e desequilíbrio. O esquecimento o isola e o afasta da luz de Deus em seu interior.

Dessa maneira, lembre-se e reconheça a bondade nas pessoas, nos acontecimentos, nos lugares, em sua vida. Ao fazer isso, você se enche de gratidão e sente a alegria independente surgir em seu coração.

Muitas pessoas estão habituadas a pensar mais no que não têm do que no que elas têm. Isso é triste, gera frustração, insatisfação e raiva acumulada que tira a paz .

Aprenda a quebrar o hábito de pensar constantemente sobre o que não tem. Ao invés de pensar sobre o que não tem, sobre o que não recebeu, sobre o que não aconteceu, pense em todas as coisas que aconteceram. Recorde e reconheça todas as bênçãos que lhe foram concedidas.

Seja grato também a você mesmo. Agradeça à sua existência física nesse mundo. Agradeça ao corpo que lhe apoia no que você faz. Reconheça que ele é um amigo leal e tem suportado negligência e indiferença.

Trate seu corpo com muito respeito, oferecendo-lhe alimentos que lhe proporcionem saúde. Liberte-se de vícios e hábitos ruins que criam doenças. Cuide do seu corpo com amor praticando caminhadas, Hatha Yoga, Pilates ou musculação leve para melhorar sua qualidade de vida e ajudar o seu corpo.

Por alguns instantes agora, conte suas bênçãos diárias. Agradeça a Deus. Agradeça à natureza por tudo que ela lhe dá e por sua beleza. Recorde o que tem recebido, lembre-se de toda a ajuda que as pessoas lhe deram. Agradeça ao seu corpo. Agradeça à sua mente. Se sua mente tem pensamentos negativos, não desanime. Purifique sua mente e torne a mente sua amiga.

Não pense no que não conseguiu. Lembre-se das coisas boas de sua vida. Desenvolva o sentimento de aceitação e agradecimento e assim deixe que a gratidão remova sua tristeza, seu cansaço e seus problemas. Lembre-se da bondade e proteção divina que permeia sua vida.

Abaixo, destaco alguns pontos para ajudá-lo a fixá-los na sua mente e aplicá-los no seu dia a dia:

Dez dicas para desenvolver o sentimento de gratidão:

1ª) Não pense no que não conseguiu: aprenda a quebrar o hábito de pensar constantemente sobre o que não tem;

2ª) Ao acordar pela manhã, agradeça por começar um novo dia e ao se deitar, lembre-se de fatos ocorridos durante o dia que lhe trouxeram uma sensação de bem-estar. Com facilidade, você terá aí uns três agradecimentos (ou mais!) para fazer;

3ª) Abra-se para acolher o momento presente;

4ª) Liberte-se de velhos pensamentos atormentadores, desagradáveis e de mágoas;

5ª) Purifique a mente através de alguma prática espiritual;

6ª) Ao se sentir triste, experimente cantar mantras, como por exemplo, On Namah Shivaya (Eu reverencio o Deus que há em mim);

7ª) Reconheça o bem que tem recebido das outras pessoas;

8ª) Desenvolva o hábito de dizer: “Obrigado, muito obrigado”. Não apenas como educação, mas sentindo agradecimento;

9ª) Seja grato a você mesmo. Agradeça à sua existência física nesse mundo;

10ª) Entoe o mantra: Aceito, aprecio e desfruto tudo o que me é oferecido. Sou flexível. - baseado no segundo hexagrama do oráculo chinês I Ching: O Receptivo

Namaste! Deus em mim agradece Deus em você! Fique em paz!

 




Emilce Shrividya Starling

É formada em Yoga pela Federação de Yoga do Brasil e Centro de Estudos de Yoga Narayana/S.P, com aperfeiçoamento em Hatha Yoga e Meditação nos Estados Unidos. É professora de Hatha Yoga em Santos (SP), desde 1989. Atualmente ensina Filosofia do Yoga e Meditação.



ENQUETE

Você acredita na lei de causa e efeito ou lei do carma?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.