DESTAQUES

Parecia tudo bem... Por que ele quis se separar?

Anette Lewin 01/01/2016 COMPORTAMENTO

por Anette Lewin

"Já faz cinco meses que me separei. Parece que vou enlouquecer, pois não consigo aceitar. Ele decidiu de repente que queria se separar, e para mim foi um choque, pois não tínhamos muitas brigas, nem ciúmes, e eu achava que estava tudo bem. Ele disse que não é de agora que vem desanimado com o nosso casamento. O que pode ter acontecido?"

Resposta: Se ele diz que já faz algum tempo que vem desanimando, deve ter dado algum sinal que você não percebeu. Ou não quis perceber... Comece, portanto, repensando o que mudou na relação de vocês nos últimos tempos. Ele ficou mais quieto?

Mais desanimado para fazer programas a dois? Mais tempo fora de casa? Sim, porque no casamento nem tudo o que se passa dentro das pessoas envolvidas é manifestado verbalmente. Aliás, usar a sensibilidade para captar sinais não verbais é de extrema importância, não só no casamento, como em qualquer relação humana. Quem desenvolve o domínio desse tipo de sensibilidade certamente estará mais apto para captar "sinais" e evitar surpresas.

Faça, em seguida uma análise critica dos pontos fortes e fracos do casamento. Depois de algum tempo junto, a paixão já esfriou, a novidade já passou e o casamento tem que ser trabalhado para que não se torne rotineiro e sem graça. Ao contrário da célebre frase do "Pequeno Príncipe" ("você se torna eternamente responsável pelo que cativa"), nos dias de hoje, mais do que em qualquer outro tempo, quem não batalhar diariamente pelas suas conquistas as perderá.

Assim como hoje não é mais possivel guardar dinheiro debaixo do colchão e ficar tranquilo, tambem não é possivel fechar qualquer contrato afetivo e... esquecer. Se quiser manter o poder aquisitivo do seu dinheiro você tem que negociar com o gerente do banco.Se quiser manter o poder de sedução de suas qualidades afetivas você tem que reafirmá-las numa continua negociação com seu parceiro. É assim que as coisas funcionam hoje.

E, finalmente, tentando chegar mais próximo da sua pergunta: "o que pode ter acontecido"?

Bem, aí só ele tem essa resposta. Se vai compartilhá-la com você não dá para saber. Pode ser que haja outra pessoa envolvida, pode ser que ele não gostou da experiência de ser casado, enfim, o terreno das hipóteses é vasto. Nesse sentido, ao invés de ficar preocupada com os motivos dele, volte sua atenção para você mesma. Use suas reflexões para se fortalecer ao invés de ficar se culpando ou se martirizando. E, caso esse casamento termine de fato e você conclua que gostou da experiência de estar casada, esteja pronta e inteira para novas conquistas que, certamente,virão.

 

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga Anette Lewin responderá sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Esta resposta possui dois formatos: 1º formato: responder as perguntas enviadas pelos leitores. 2º) formato: de A a Z, explicar através de uma palavra em específico (verbete) o significado do que sentimos ao amar. Esta palavra será extraída de um e-mail enviado pelo leitor a esta coluna. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Anette Lewin

É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data. É coach em saúde mental.



ENQUETE

Eleição presidencial no Brasil se transformou em plebiscito de Bolsonaro?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.