DESTAQUES

Tenho dificuldade de dialogar com pessoas de condição social superior à minha

Redação Vya Estelar 01/01/2016 COMPORTAMENTO

por Silvia Maria de Carvalho

"Isso é normal? Como superar?"
Enviado por uma leitora

Resposta: Quando se trata de humanos, o termo "normal" é bem amplo e pouco preciso.

Não podemos dizer que você é anormal por ter dificuldades de se comunicar com pessoas de condições financeiras superiores às suas. Mas podemos dizer, sim, que isso causa um tremendo desconforto e por esse motivo vale a pena que o tema seja discutido e revisto.

Pense no mundo em que você vive. Pense nas pessoas que estão ao seu redor. O que você valoriza? Quais suas qualidades pessoais? Com o consumo "bombando" e suas marcas famosas, fica difícil separar as coisas. Parece que perdemos os parâmetros. Sem nos darmos conta, corremos o risco de valorizar os outros mais pelo que eles têm do que pelo que eles são. Sinal de perigo!

Fidelidade, coragem, generosidade, doçura... são alguns exemplos do que podemos não ver, no meio dessa "máquina de carne moída" que estamos inseridos. São coisas que não se compram, se conquistam. Na verdade não são coisas, simplesmente, são virtudes.

Quando olhamos o outro de baixo para cima, o colocamos num patamar superior que, por vezes, a própria pessoa nem se colocaria. E mais: nos colocamos no andar de baixo. E daí a conversa fica truncada mesmo. O que teríamos nós, mortais, para agregar na vida de um Rei? Sei que estou exagerando, mas guardadas às devidas proporções, é isso que fazemos. A gente se resume naquilo que prioriza. Se você olhar com mais cautela para si mesma, vai ver além de uma situação financeira. Se você olhar o outro também com mais cuidado, verá mais que uma condição social superior à sua.

Somos uma multidão! Não estreite sua visão. Valorize seus pontos fortes.

Como diz um provérbio italiano: "No fim do jogo, peão e rei voltam para mesma caixa".

 

 

 

 




Redação Vya Estelar

Ângelo Medina é editor-chefe do portal Vya Estelar. É jornalista e ghost writer. Com 30 anos de experiência, iniciou sua carreira na cobertura das eleições à Prefeitura de São Paulo em 1988 (Jornal da Cultura). Trabalhou no Caderno 2 - O Estado de São Paulo, Revista Quatro Rodas (Abril). Colaborou em diversas publicações e foi assessor de imprensa no setor público e privado. Concebeu o site Vya Estelar em 1999. É formado em Comunicação Social pela UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora.



ENQUETE

Como você reage às tragédias veiculadas pela mídia?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.