imagem de capa

Equilibre-se

Espiritualidade

Conheça os oito passos do yoga

por Emilce Shrividya Starling

Para ser mais feliz neste mundo é essencial o autocontrole e seguir normas de conduta que assegurem nosso bem–estar e dos outros.

 A filosofia do yoga está alicerçada na não-violência. Ensina como modificar as  atitudes negativas que prejudicam o indivíduo e a sociedade através de um treinamento de atitude ética e de autodisciplina.

Um dos objetivos da jornada do yoga é integrar o físico, o mental e o espiritual para a superação das desarmonias. Essa integração é importante porque todos nós temos aspectos de desarmonia que não controlamos por vários fatores. No entanto, quando conseguimos controlar algumas partes de nosso ser, adquirimos certo grau de harmonia. Isto diminui a intensidade dos aspectos não-harmoniosos e nos sentimos mais integrados em nossa personalidade.

Patanjali, um grande sábio, coordenou e sistematizou o yoga em sua obra Yoga Sutras.  No segundo aforismo do primeiro capítulo dos Yoga Sutras, Patanjali define : “yoga é aquietar as modificações mentais”.  

Ele descreveu os oito estágios para se atingir o autodomínio, a paz, a comunhão com o Ser interior. Ao seguir esses meios, vamos em busca de nossa alma, de nossa verdadeira identidade, vamos nos libertando da dor e tristeza.

Embora a mente seja incansável e difícil de se controlar, através da prática constante desses passos do  yoga, a mente pode ser acalmada. Quando a mente é controlada, ela cria um reservatório de tranqüilidade e entusiasmo.

Estes são os oito passos do yoga:

1. Yama (princípios morais universais)
2. Nyama (princípios de autopurificação)
3. Asanas (posturas psicofísicas)
4. Pranayama (controle rítmico da respiração)
5. Pratiahara (contenção dos sentidos)
6. Dharana (concentração)
7. Dhyana (meditação)
8. Samadhi (união do corpo, mente e alma com Deus)

Mesmo que você não conheça essas palavras em sânscrito logo você se familiariza com estes conceitos.

Yama são atitudes e obstáculos a serem evitados e Nyama são práticas que auxiliam o desenvolvimento interior. Yama e Nyama controlam nossas emoções e nos mantêm em harmonia com nossos semelhantes.

Os asanas, posturas da hatha yoga, fortalecem e trazem flexibilidade para o corpo. Eliminam as tensões, melhoram a saúde, proporcionam estabilidade emocional e uma sensação de bem-estar.

Pranayama e Pratiahara nos ensinam o controle da respiração, controlando assim a mente.

Dharana, Dhyana e Samadhi conectam o praticante com sua alma, harmonizando-o consigo mesmo e com Deus.

Vamos falar um pouco sobre  Yama e Nyama:

1.Yama é a raiz do yoga e abrange cinco princípios morais universais:

1) Ahimsa – (não violência)
2) Satya-     (veracidade, não mentir)
3) Asteya-    (não roubar)
4) Brahmacharya -(equilíbrio e controle do prazer sensorial)
5) Aparigraha - (desapego)

Seguindo esses mandamentos éticos a pessoa disciplina os órgãos da ação, os órgãos reprodutores e dos sentidos. Ela se liberta de praticar o mal.

2. Nyama, são cinco princípios de autopurificação:

1)Saucha (purificação do corpo e da mente).
2) Santosha (contentamento)
3) Tapas (auto-esforço)
4)Svadhyaya (estudo de si mesmo e de escrituras)
5) Ishvarana-pranidhana (auto-entrega a Deus)

São regras de conduta de autodisciplina que nos purificam, nos libertam de nossos defeitos e das dores da alma. Melhoram nossa saúde mental, emocional e espiritual.

Cultivando esses princípios éticos vamos desenvolvendo amor, respeito e compaixão, começando a sentir isto por nós mesmos e expandindo esses sentimentos a todos.

Passo a passo, com constância e determinação, pratique  yoga em algum nível. Não fique apenas na simples leitura. Pratique e experimente seus benefícios.Busque a verdadeira felicidade. Fique em paz!


É formada em Yoga pela Federação de Yoga do Brasil e Centro de Estudos de Yoga Narayana/S.P, com aperfeiçoamento em Hatha Yoga e Meditação nos Estados Unidos. É professora de Hatha Yoga em Santos (SP), desde 1989. Atualmente ensina Filosofia do Yoga e Meditação.

O que você achou do novo Vya Estelar?