DESTAQUES

Somos casados há 20 anos e agora passamos a discutir muito

Anette Lewin 28/10/2016 COMPORTAMENTO
Somos casados há 20 anos e agora passamos a discutir muito
Fonte: imagem Pixabay
Cada novidade na vida pode ser um trampolim para novas conquistas

por Anette Lewin

"Isso começou a acontecer após a compra de meu carro novo. Minha garagem só tem lugar pra um carro. Como uso todos os dias pra trabalhar, o dele fica na casa de parentes dele."

Resposta: Aparentemente, discutir depois de vinte anos de casados por uma vaga na garagem parece, no mínimo, sem sentido.

É importante, porém, tentar entender mais a fundo por que essa briga acontece neste momento.

Certamente, existe uma nova disputa: uma vaga, dois carros. Mas será que disputas já não existiam entre vocês de uma forma mais velada?

Será que não havia entre vocês um acordo onde você acabava sempre cedendo a melhor fatia do bolo para ele e agora resolveu que merecia essa fatia?

Sim, talvez valha a pena fazer uma retrospectiva desses vinte anos e tentar entender se realmente havia um equilíbrio e uma divisão "justa" das vantagens da relação ou se esse equilíbrio era frágil e a nova vantagem da vaga acabou por evidenciar essa fragilidade.

O mais sensato seria vocês aproveitarem os momentos de discussão e fazerem uma avaliação mais clara de como funciona o relacionamento de vocês.

Quem cede mais? Quem solicita mais vantagens? Como vocês lidam com situações onde as vontades são opostas? Quem contribui mais na casa?  

Enfim, tentem ser objetivos nessa análise e entender como andam os sentimentos de cada um com relação ao seu papel no casamento. Afinal, depois de 20 anos muita coisa pode mudar, muitos sentimentos podem se transformar e é sempre bom rever o casamento e trazer novas propostas para que ele possa seguir em harmonia.

Com relação à vaga... Bem, aí cabe a vocês decidirem se existe uma forma mais adequada de resolverem a questão do que a que está vigente. Talvez, o aluguel de uma nova vaga ou o rodízio da vaga entre vocês. Enfim, ter mais um carro na família deveria servir para proporcionar maior conforto e não para trazer desconfortos. Mas novidades podem acabar quebrando a homeostase e forçando uma nova forma de organização.

Se vocês conseguiram ficar bem por 20 anos, é sinal de que sabem dividir, ceder e construir.

Se querem continuar juntos, façam de cada novidade em sua vida um trampolim para novas conquistas a dois. Mesmo que dê um certo trabalho no começo.

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga Anette Lewin responderá sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Esta resposta possui dois formatos: 1º formato: responder as perguntas enviadas pelos leitores. 2º) formato: de A a Z, explicar através de uma palavra em específico (verbete) o significado do que sentimos ao amar. Esta palavra será extraída de um e-mail enviado pelo leitor a esta coluna. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Anette Lewin

É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data. É coach em saúde mental.



ENQUETE

Você acredita na lei de causa e efeito ou lei do carma?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.