DESTAQUES

Seja um voluntário!

Marilena Lavorato 26/07/2017 COMPORTAMENTO
Seja um voluntário!
Fonte: imagem Pixabay
Normalmente os voluntários escolhem “causas” para dedicar seu tempo

por Marilena Lavorato

O voluntariado é uma prática que tem crescido no Brasil, e com trabalho duro, realizou transformações positivas na vida de muitas pessoas e para a sociedade como um todo.

O espirito voluntário é entendido como interesse e ação para melhorar a sociedade em que você vive, doando seu tempo (sem remuneração) em atividades de causas importantes para você, seu próximo e sua comunidade.

Dados da ONU informam que aproximadamente 16 bilhões de pessoas praticam o voluntariado no mundo.

No Brasil há inúmeras ações voluntárias fazendo a diferença na vida de milhões de pessoas. Institutos e ONGs trabalham incansavelmente para melhorar as condições de vida dos brasileiros. Atuam em várias frentes e já conseguiram transformações estruturais.

Normalmente os voluntários escolhem “causas” para dedicar seu tempo em prol dos objetivos daquela determinada causa. As causas humanistas sensibilizam maior número de voluntários. São aquelas que prestam socorro em situações de emergência causada por tragédias, sejam elas de que natureza ambiental ou social.

Existem também causas que atuam de forma preventiva, como por exemplo, educação ambiental, inclusão social, formação profissional, entre outros.  É muito comum mutirões para limpar praias e rios, plantar árvores, regularizar documentos de populações de baixa renda, cuidar da saúde de idosos e crianças etc.
 
A cultura do voluntariado nasce da consciência individual e familiar perante situações difíceis pelas quais passam pessoas ou grupos de pessoas, à sua volta.  

Todos podem ser voluntários, basta querer e olhar à sua volta. Certamente você encontrará uma ação na qual poderá dedicar seu tempo para a construção de um futuro melhor, para você e para o outro.

História: voluntariado no Brasil

Segundo estudiosos, no Brasil, a história do voluntariado está dividida em quatro fases:

1ª) Benemerência (século XIX, caridade organizada exercida basicamente por mulheres);

2ª) Estado de Bem-Estar (Século XX – Fortalecimento das Instituições Filantrópicas);

3ª) Voluntariado Combativo (anos 60 e 80 – com caráter ativista social e ambiental);

4ª) Integração do Estado com a sociedade civil (anos 90 definindo o voluntariado como cidadania).

Em 1993 tivemos a campanha do Betinho de combate à fome (ação da cidadania contra a fome e miséria e pela vida) despertando o interesse por atuação em projetos de transformações estruturais na sociedade brasileira.   

Em 1998 foi sancionada a lei do voluntariado no governo FHC. A lei 9608 de 18 de fevereiro de 1998). Fonte: CVSP




TAGS :

    trabalho, voluntário, voluntariado, brasil

Marilena Lavorato

É Publicitária (PUCC) com especialização em Marketing (ESPM), Negócios (FGV/SP), Sociologia e Política (EPGSP/SP), Gestão Ambiental (IETEC), e Gestão Empresarial Estratégica (USP). Organizadora do Programa Benchmarking Ambiental Brasileiro, Co-Editora do Livro BenchMais, Presidente do Comitê de Sustentabilidade do Instituto Mais, Professora e conferencista para os temas Benchmarking Ambiental e Marketing Verde em universidades e congressos. Mais informações: www.institutomais.org



ENQUETE

O Jornal da Cultura veiculou matéria apontando que o brasileiro não está animado com a Copa do Mundo. E você, está empolgado?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.