DESTAQUES

Você queima suas pontes?

Dulce Magalhães 14/08/2017 AUTOCONHECIMENTO
Você queima suas pontes?
Fonte: imagem Pixabay
Exercite o direito de sentir o momento e de ter prazer: viva, experimente, ‘viaje’ e sinta

Por Dulce Magalhães

Reza a lenda que um grande líder, em sangrentos combates durante a Idade Média, indo em direção a um inimigo poderoso, mandava queimar as pontes que seu exército atravessava. Dessa forma, ele deixava claro ao grupo que não haveria caminho de volta, era vencer ou vencer.

Ao avançarmos pela vida, muitas vezes, seria sensato queimarmos as pontes que vamos cruzando, pois do contrário, poderemos ficar apegados a fatos, situações e circunstâncias que não se repetirão jamais. É preciso seguir em frente. A mudança é um caminho que se desfaz assim que é trilhado, ou seja, não é possível ser o que já não se é mais.

Mude

Observe a realidade do momento e faça do desafio a oportunidade de construir os resultados com que mais sonha. Queime suas pontes, não deixe espaço para a fuga, siga em frente. O conhecido só gera o que já temos e só vai até o que já somos, para seguir além, precisamos trilhar o caminho do desconhecido, do incerto, da mudança.

Avance

Não permita que o medo, a inexperiência ou a incerteza paralise seus passos rumo ao seu próprio progresso. Queime as pontes que possam ligar você a uma falsa noção de segurança ou a uma falsa visão de seu potencial. Nenhum método, nenhuma prática, nenhuma lembrança, nem mesmo um triunfo, podem servir de âncora que lhe impeça de navegar em busca de novas e emocionantes aventuras.

Viva

Viver é experimentar, testar, errar por vezes, acertar, comemorar e ir além. Não podemos fincar nossa existência no pequeno quadrilátero de um momento ou modelo passado. Temos que queimar as pontes que nos levam à certeza de que já fazemos o melhor e que, portanto, nada mais pode ser aprendido ou modificado.

Experimente

Faça diferente, leia algo diverso, aprenda algo novo, viva o inédito. Se você tem dez camisas não tem sentido você usar todo o dia a mesma. Assim, se você tem dez caminhos, porque todo dia vai percorrer o mesmo? Queime as pontes que te levam ao automático, inove.

Viaje

Permita que sua consciência viaje por novas possibilidades, esteja aberto à ideias não testadas, a práticas não consolidadas, àquilo que ainda não é. Queime as pontes que te ligam a um velho modelo que costumavam chamar de você. Reinvente-se.

Sinta

A razão não tem todas as respostas e, certamente, não é a fonte de toda nossa satisfação. Exercite o direito de sentir o momento, de ter prazer com a paisagem, de se arrepiar com a beleza, de se encantar com o gosto, de se enamorar da existência. Queime as pontes que te conduzem de volta a paradigmas que não preenchem sua vida com a satisfação e alegria que você almeja.

Por fim, perceba que a vida é muito mais uma espiral do que uma estrada reta. Você vai voltar a cruzar com pessoas e com os frutos de sua própria história. Assim, caminhe com a leveza de quem sabe que as pontes queimadas servem de combustível para a jornada em direção ao melhor de nós. Reflita sobre isto. Suerte!




TAGS :

    avance, viva, experimente, sinta, sonhe, autoconhecimento

Dulce Magalhães

Ph.D. em Filosofia com foco em Planejamento de Carreira pela Universidade Columbia (USA); Mestre em Comunicação Empresarial pela Universidade de Londres (Inglaterra); autora dos livros: O foco define a sorte; Manual da Disciplina para Indisciplinados; Superdicas para Administrar o Tempo e Aproveitar Melhor a Vida. Especialização em Educação de Adultos pelas Universidades de Roma (Itália) e Oxford (Inglaterra).



ENQUETE

Quem não tem cão caça com o “ex”, que está receptivo. Você concorda?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.