DESTAQUES

Quanto deveria ser o salário de um professor?

Regina Wielenska 09/02/2018 SERVIÇOS
Quanto deveria ser o salário de um professor?
Fonte: imagem Pixabay
Aprender e ensinar: o valor do docente num mundo em transformação

Por Regina Wielenska

Não faz tanto tempo que poderíamos ouvir um educador ou pai encarar com naturalidade o discurso de que a escola era onde se ensinava conteúdos separados, estanques, as ditas disciplinas. Geografia, Matemática ou Português, por exemplo, traziam informações a serem memorizadas, aprendidas de modo mecânico e dissociado da realidade percebida por cada aluno.

TEXTO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE



Devagar, esse cenário foi se transformando, um livro de Graciliano Ramos poderia ser explorado sob o prisma de cada matéria e isso criava relações complexas entre tudo que havia a entender. Para que decorar algo? O estudante precisa, outrossim, desenvolver raciocínio lógico, ser flexível nas análises feitas, interligar aspectos antes vistos em separado, ser capaz de construir relações novas, repensar o que era preestabelecido, testar hipóteses e reformular o que se mostrar equivocado.

O aluno precisa aprender a aprender, aprender a pensar, a criar ferramentas para dar conta de necessidades específicas. Imaginam o que é ser um professor nesse novo cenário?

Há que se atualizar constantemente, ter tempo e recursos para exercitar a inter e transdisciplinariedade, muitas outras habilidades poderiam ser mencionadas.
Para sobreviver com dignidade quanto deveria ser o honorário do professor? A maioria dos professores, em especial nas redes públicas e nas escolas privadas menos providas de recursos, precisa trabalhar dois ou três turnos, a eles sobra pouquíssimo tempo, forças e dinheiro para investir nessa formação mais ajustada às demandas da contemporaneidade.

Professor, em parceria com a família, forma gente! Até quando essa profissão continuará tão pouco valorizada?

 




TAGS :

    aprender, flexibilidade, raciocínio, lógico, estudo, conexão, realidade

Regina Wielenska

É psicoterapeuta na abordagem analítico-comportamental na cidade de São Paulo. Graduada em Psicologia pela PUC-SP em 1981, é Mestre e Doutora em Psicologia Experimental pela IP-USP. Atua como terapeuta e supervisora clínica, é também professora-convidada em cursos de Especialização e Aprimoramento. Publicou dezenas de artigos científicos, e de divulgação científica, além de ser coautora de livros infanto-juvenis.



ENQUETE

Paulo Coelho diz que os grandes prazeres da vida são grátis. Você concorda?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.