DESTAQUES

Agachamento ajuda a engrossar coxas e panturrilhas?

Milena Imaizumi 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Agachamentos são indicados para aumentar coxas e gluteos

por Milena Liste

"Tenho 14 anos sou muito magra e tenho coxas e panturrilhas finas. Gostaria de saber se o agachamento vai fazer efeito? Em quanto tempo? Se puder, dê-me dicas. Bjinhos"

Resposta: Tudo depende do seu somatotipo.

Já descrevi anteriormente sobre os três tipos de forma do corpo (veja na imagem), variando a quantidade de massa muscular, gorda e tamanho dos ossos longos. Existe o ectomorfo, biotipo magro e longilineo; o mesomorfo que possui um equilíbrio de massas muscular e gorda e o endomorfo, o tipo baixinho e gordinho, grosseiramente falando.

Se você é do tipo ectomorfo, magra, ossos longos e compridos, você infelizmente não será aquele tipo de mulher "violão " com quadril largo e coxas grossas.

Mas, vamos lá : sempre vale a pena realizar musculação para membros inferiores com peso moderado a forte e execução em velocidade rápida para trabalhar a potência muscular. Pode ser com aparelhos ou caneleiras.

Agachamentos são sempre indicados para hipertrofiar (aumentar) coxas e gluteos.

Atividades como corrida, bicicleta e subir degraus também são ótimos para esse fortalecimento.

Para sua idade, um treinamento de 8 a 16 semanas já surtirá efeito.

Boa sorte e bons treinos!

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A professora de educação física e fisioterapeuta Milena Imaizumi responderá e-mails relacionados à saúde da mulher na área da atividade física, fisioterapia/obstetrícia, ginástica postural, ergonomia e RPG. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail não serão publicados.

ENVIAR PERGUNTA



Milena Imaizumi

Educadora física, pós-graduada em Fisiologia do Exercício e fisioterapeuta, pós-graduada em Fisioterapia Desportiva. Desde de 1997, atua como personal trainer há 15 anos na área de ginástica postural e RPG. Desde 2007, na área de uroginecologia trabalha com orientação e conscientização da saúde do homem, da mulher e de atletas quanto a musculatura pélvica e afecções. Supervisiona o curso de Fisioterapia em Obstetrícia e Uroginecolocogia da UNIFESP.



ENQUETE

Quem não tem cão caça com o “ex”, que está receptivo. Você concorda?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.