DESTAQUES

16 passos para largar o cigarro

Nuno Cobra 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR

Da Redação

31 de maio é o Dia Mundial Sem Tabaco.

Seguem aqui 16 passos para você largar o cigarro.

1ª) Faça a despedida do cigarro. Isto mesmo, organize um ritual de despedida ao seu estilo, pode ser algo mais reservado ou uma comemoração com os familiares. O importante é que você se prepare para esta nova vida sem cigarros e a despedida será um marco desta mudança. Que tal hoje?

2ª) Após a despedida, não tenha cigarros ao seu alcance. Pois em um momento de vontade intensa de fumar ou situações estressantes o cigarro ao alcance é recaída certa.

3ª) A vontade intensa de fumar corresponde a uma descarga dos neurônios cerebrais e dura cerca de 1 minuto. Faça algo para desviar a sua atenção neste 1 minuto e a vontade já passou. Dicas: beba um copo de água, faça uma breve caminhada, concentre-se em alguma coisa, masque um chiclete, etc.

4ª) Mude a sua rotina. Identifique quais são os cigarros do dia que você mais gosta e pense em estratégias para substituir estes momentos de vontade intensa de fumar. Fumar após o almoço é seu cigarro mais gostoso? Levante da mesa e vá escovar os dentes rapidamente. Café e cigarro são inseparáveis? Não tome café nas primeiras 2 semanas, substitua por chá, suco ou água.

5ª) A fase mais difícil sem cigarros geralmente corresponde as 3 primeiras semanas sem fumar. Você está mudando seus hábitos de vida, e além disso as descargas dos neurônios e a vontade intensa de fumar são mais frequentes. Após a terceira semana tudo tende a ficar mais fácil e você já começa a incorporar as novas rotinas no seu dia-a-dia.

6ª) Seja positivo! Nada de ficar chorando de saudade do cigarro, valorize suas conquistas e benefícios alcançados! Perceba a melhora da respiração, observe o melhor controle da sua pressão arterial e a diminuição dos seus batimentos cardíacos por minuto, perceba a melhora do seu paladar e o perfume da sua roupa.

7ª) Peça ajuda. Seus familiares estão torcendo por você e querem te ajudar. Compartilhe o calendário de dias sem fumar com a família e relate suas conquistas, falar sobre o que está sentindo ajuda bastante. Tem algum outro fumante em casa? Peça para que não deixe o cigarro a mostra pela casa, dificilmente alguém irá se negar a ajudá-lo(a).

8ª) Faça uma atividade física: quando você passa a cuidar do seu corpo, você passa a pensar nele, a gostar dele, a valorizá-lo e respeitá-lo. Isso irá motivá-lo a ficar longe do cigarro.

Por Danilo Baltieri

9ª) Qual é o remédio ideal para poder largar o cigarro? (clique aqui)

Por Nuno Cobra

10ª) Não pense, pare de fumar, a prática é muito mais fácil do que a teoria. Parar de fumar é uma questão mental (emocional) e orgânica.

11ª) Quando o seu organismo se dá conta de que não tem essa droga, ele reage violentamente, provocando uma química de desejo incontrolável. Mas fique tranquilo, essa vontade tão forte é muito rápida, dura mais ou menos um minuto. Este desejo virá novamente, mas com o passar do tempo, o numero dessas solicitações, orgânicas e mentais, irão diminuir.

12ª ) O hábito do fumar traz consigo outros hábitos, como a necessidade de movimento com a boca e com as mãos em mexer no cigarro, acendê-lo, bater as cinzas... Portanto, tenha alguma coisa para levar à boca, como balas por exemplo. E para manter as mãos em movimento, você poderá manusear uma caneta ou um lápis.

13ª) Os primeiros dez, quinze dias, serão os mais difíceis. Então, evite situações que chamem o cigarro: cafés, bebidas alcoólicas ou qualquer outro fator que você tenha vinculado ao ato de fumar.

Por Jocelem Salgado

14ª) Procure se preparar para os efeitos da abstinência. Quando parar de fumar, você ficará mais irritado, terá mais fome e poderá sentir ânsia de vômito pela ausência da nicotina. Vai sentir tanta fome que seu peso aumentará. As dificuldades serão muitas, mas a cada dia, a cada semana, você sentirá mudanças no seu organismo.

15º) Cuidado com as recaídas! Quando perdemos alguém querido, passamos por dificuldades financeiras, problemas no trabalho, rompemos um relacionamento, a resposta automática pode ser o cigarro. Procure se acalmar e entender que momentos difíceis sempre vão ocorrer e fumar não vai resolver seus problemas!

16ª) Procure iniciar uma vida mais saudável. Tente relaxar, ouvindo música, conversando com as pessoas que você gosta, assistindo seu vídeo preferido, fazendo caminhadas ou, se puder, procurando um massagista ou um acupunturista.

SERVIÇO

Para aqueles que estão dispostos ou pelo menos manifestam intenção de parar de fumar, informo que o site do INCA http://www.inca.gov.br/tabagismo e o telefone do Disque - Saúde do Ministério da Saúde 0800-611997 oferecem dicas e ajuda para os dependentes do tabaco. O Hospital do Câncer em São Paulo oferece também ajuda através do Grupo de Apoio ao Tabagista. Informações podem ser obtidas no site http://www.hcanc.org.br/dmeds/psiq/psic2.html.

Fontes: pneumologista Camille Rodrigues da Silva, preparador físico Nuno Cobra e a profa. Titular em Nutrição Humana Jocelem Salgado, Danilo Baltieri psiquiatra especialzado em dedendência química




Nuno Cobra

Preparador físico e mental. Treinou o saudoso Ayrton Senna. É autor do best-seller "A Semente da Vitória".



ENQUETE

Virtude exagerada se transforma em “pecado”?








VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.